Posts Tagged "tomilho"

Conheça as Ervas do Mediterrâneo

Conheça as Ervas do Mediterrâneo

Conheça as ervas do mediterrâneo e aprenda sobre os benefícios, as dicas de cultivo e plantio com a querida herborista Silvia Jeha nessa visita que a Nô Figueiredo fez no Sabor de Fazenda.

Conheça as Ervas do Mediterrâneo – benefícios, dicas de cultivo e plantio

As ervas do mediterrâneo são:

ALECRIM (Rosmarinus officinalis)  ajuda muitos estados de cansaço, as fadigas, gripes. Planta muito estimulante. Atenção: mulheres grávidas ou que tenham hipertensão usar com muita parcimônia, tá? Saiba mais.

LAVANDA (Lavandula dentata) – calmante suave e digestiva. Combate cólicas, indigestão, fermentações e os gases intestinais. A denominação Lavandula deriva do latim lavare, que significa lavar. Era o aditivo para o banho preferido pelos gregos e romanos na Antiguidade e hoje seu óleo essencial é muito usado para perfumar e acalmar, além de ser largamente empregado na indústria de perfumes, sabonetes e na cosmética. Saiba mais.

SÁLVIA (Salvia officinalis)  possui ação anti-inflamatória, sendo usada para gengivite (bochechos) e dores de garganta (gargarejo). Fazer inalação para congestionamento nasal. Como erva aromática, apresenta sabor ligeiramente apimentado. Na culinária, a receita mais conhecida é a de molho de manteiga com sálvia para macarrão e carnes. Na cozinha Ocidental é usada para dar sabor a carnes gordas (especialmente em marinada), queijos, e algumas bebidas. Nos Estados Unidos, Reino Unido e Flandres, é usada com cebola, em recheios de porco ou aves e também em molhos. Na cozinha francesa é utilizada para cozinhar carne branca e em sopas de vegetais. Os alemães usam-na freqüentemente em pratos de salsichas. É também de uso comum na cozinha italiana. Nos Balcãs e no Médio Oriente, é usada em assados de borrego.

SEGURELHA (Satureja montana)  boa com os feijões, favas e carnes gordas. Bem digestiva. O sabor lembra orégano com tomilho e menta. seu aroma assemelha-se ao do tomilho, porém é mais amargo e penetrante. Os ramos são cortados para secagem antes da floração, quando diminui o aroma. É utilizada na indústria de salame e linguiça. É utilizada para anginas, banho, bronquite, diarreia, espasmo, estômago e ferida. É também uma planta afrodisíaca.

MANJERONA (Origanum majorana)  apresenta propriedade digestiva, estimulante menstrual, podendo auxiliar na cura do reumatismo e de toda a forma de artrite, tanto na forma de chá quanto na forma macerada com óleo quente para colocação em locais mais doloridos. Suas folhas aromáticas, verdes ou secas, possuem uso culinário. Para secá-las, as folhas devem ser cortadas enquanto a planta começa a florescer e secadas lentamente na sombra. É usada freqüentemente em combinações das ervas tais como Herbes de Provence e Zaatar. Pode aromatizar saladas, vegetais, legumes, doces, bebidas e óleos. Semelhante aos orégãos, a manjerona é ainda mais aromática. Também é usada em massas, lasanhas e pizzas. Combine com manjericão, alecrim, tomilhos e salva. O óleo essencial pode ser usado na perfumaria, para aromatizar os sabões e produtos para o cabelo.

ORÉGANO (Origanum vulgare)  medicinalmente, é usado para melhorar a digestão, resfriados e dores de garganta (gargarejos). Sua infusão alivia as cólicas. Uma ótima opção de condimento para peixes, carnes, verduras e vinhos. Muito utilizado em pratos da comida italiana, como pizzas, molhos de tomates, massas, berinjela à parmigiana, entre outros.

CURRY (Helichrysum italicum)  recebeu este nome por seu aroma ser muito parecido com o do curry em pó (que na verdade é uma mistura de várias especiarias). Pode ser usado para aromatizar sopas e assados. É uma erva digestiva.

TOMILHO (Thymus vulgaris)  ótimo para ser usado nas preparações com carnes, com molho de tomate ou para temperar. É um bactericida poderoso!

ALFAZEMA (Lavandula officinalis) – calmante suave e digestiva. Combate as cólicas, indigestão, fermentações e os gases intestinais. Muito utilizada como planta ornamental e aromática para decorar grandes jardins. Suas flores são utilizadas na culinária, como na elaboração de doces.

Características e cultivo:

  • Folhas pequenas que não gostam de muita água
  • Gostam de solo arenoso, calcariado
  • Gostam de solo drenado, seco
  • Não gostam tanto de adubo
  • Gostam de mais de 4 horas de sol por dia. O ideal é pleno sol!
  • Se for plantar em vaso, a profundidade deve ser no mínimo de 15cm

 

Saiba mais sobre o cultivo dessas e outras ervas no site do viveiro de ervas e temperos orgânicos Sabor de Fazenda:

Sabor de Fazenda:

http://www.sabordefazenda.com.br/

Loja: Av. Nadir Dias de Figueiredo, 395 – Vila Maria, São Paulo, SP

Tel: +55 (11) 2631-4915

Segunda: das 13h as 17h
Terça a sábado: das 8h as 17h

Instagram: @sabordefazenda

Facebook: SabordeFazendaErvaseTemperos

 

 

E aí? O que você achou das ervas do mediterrâneo? Já cultivou alguma delas? Qual você prefere? Conta para mim nos comentários abaixo.

 

 

ENTRE EM CONTATO COMIGO:

Sempre que você quiser entrar em contato comigo, é só escrever para: falecom@nofigueiredo.com.br e mandar fotos das plantas ou as suas dúvidas que eu respondo. Não respondo sempre de imediato, tá? Porque nem sempre eu consigo. Mas assim que eu tiver um tempinho eu sempre respondo, com certeza!

E você também pode se inscrever aqui no site e fazer parte da minha lista VIP. Veja no final do post do lado direito da tela. Toda semana você irá receber uma newsletter com as novidades e poderá responder à newsletter com as suas dúvidas e sugestões.

Siga-me no instagram e no facebook. Procure por nofigueiredo1 e veja fotos e vídeos que não posto aqui! 😉

Você encontra tudo para jardinagem na loja online Toca do Verde!

Kit joaNinho

Acompanhe o ciclo de vida das joaninhas e depois solte-as na natureza!

Hotel dos insetos

Hospede insetos amigos das plantas no seu jardim. Use cupom NOFIGUEIREDO para ganhar 5% de desconto.

Você encontra tudo para jardinagem na loja online Plantei.

Use o cupom VIMDANO para ganhar 5% de desconto na sua primeira compra.

Siga a Nô nas redes sociais

As 10 melhores plantas para repelir insetos

As 10 melhores plantas para repelir insetos

Conheça agora as 10 melhores plantas para repelir insetos como moscas, mosquitos e pernilongos e outros bichos da sua casa e do seu jardim.

As 10 melhores plantas para repelir insetos

Conheça agora as 10 melhores plantas para repelir insetos!

Sabia que algumas plantas possuem uma substância que os insetos e pragas de jardim não gostam? Pois é, essas plantas possuem óleos essenciais que exalam um cheiro que é muito agradável para nós, mas que os insetos odeiam! Ainda bem, né?

 

A natureza é muito generosa e nos presenteia com muitas plantas lindas, saborosas que ainda funcionam como repelentes! Fantástico, né? Sou apaixonada pela natureza!

 

CITRONELA

A planta repelente mais famosa é a citronela (Cymbopogon winterianus)! Seu óleo essencial, tem ação fortemente repelente e inseticida sobre vários insetos, até para o Aedes aegypti, o famoso transmissor da dengue e da febre amarela e também sobre o pernilongo. Esse óleo essencial também tem ação antimicrobiana local e acaricida, especialmente contra os ácaros da poeira do ar, responsáveis por processos alérgicos respiratórios. Podemos facilmente obter um extrato macerando suas folhas.

 

MANJERICÃO

O manjericão (Ocimum basilicum) ajuda e repelir moscas e mosquitos então, você pode colocar vasos perto de portas e janelas, sempre onde bata sol. Além de evitar a entrada de insetos na sua casa, você terá uma bela planta e ainda poderá usar suas folhas para adicionar sabor a saladas, molhos e sopas. Veja como cultivar nesse vídeo, conheça os vários tipos de manjericão nesse outro vídeo que fiz com a Silvia da Sabor de Fazenda e a fazer um delicioso pesto nesse outro vídeo.

 

LAVANDA

A lavanda ou alfazema (Lavandula dentata) é famosa por repelir traças, pulgas, moscas e mosquitos. Enfeite a casa com maços de lavanda espalhados, pendurados nas janelas, sobre os móveis, e sachês das flores secas dentro das gavetas, para afastar as traças e todos os insetos comedores de roupas, carpetes e cortinas. Nesse vídeo tem dicas de cultivo.

 

CIDREIRA

Erva-cidreira, capim cidreira, capim-santo… (Cymbopogon citratus) – Essa erva exala um forte cheiro de limão quando suas folhas são amassadas, por isso que também é conhecido por capim-limão ou lemongrass, em inglês. Essa planta é parente da citronela é também é um ótimo repelente de mosquitos. Você pode fazer um macerado das folhas depois fazer um chá bem forte e passar pela casa, com a ajuda de um pano.

 

HORTELÃ

A hortelã (Mentha piperita) – Além de delicioso e refrescante, o hortelã ainda repele os mosquitos. Seu chá também é usado como vermífugo, calmante e tônico estomacal. Veja como cultiva-lo no vídeo e conheça os vários tipos de mentas nesse outro vídeo que fiz com a Silvia da Sabor de Fazenda.

 

TOMILHO E TOMILHO LIMÃO

Sabia que na primeira guerra o tomilho (Thymus vulgaris) foi muito usado como desinfetante nos campos de batalha? Seu óleo essencial tem poder inseticida. Pode-se também ser usado seco em sachês para repelir insetos nas gavetas. Na horta, plante-o junto de tomates, batatas e berinjelas. E ele ainda afasta a mosca branca de brócolis e repolhos! Seu irmão, o tomilho-limão (Thymus x citriodorus) também tem os mesmos poderes.

 

POEJO

O poejo (Mentha pulegium) é uma erva rasteira, verdinha e anual que tem a qualidade maravilhosa de repelir insetos! Se nome científico, pulegium, vem de pulex, que em latim quer dizer pulga. Um ramo de poejo esfregado na pele é ótimo contra picadas de mosquitos, pulgas e até piolhos e carrapatos! É melhor cultivar o poejo em vasos, pois ele é da família da hortelã e pode acabar dominando o jardim.

 

ALECRIM

O alecrim (Rosmarinus officinalis) é um lindo e perfumado arbusto. No horta é companheiro da sálvia, atrai abelhas e repele a mosca da cenoura. Seus ramos secos podem ser usados dentro de armários e gavetas para afastar as traças. Saiba mais sobre o alecrim nesse vídeo e aqui tem uma receita de um frango no forno com molho de laranja e alecrim que é super fácil e saboroso!

 

LOURO

O Louro (Laurus nobilis) é uma linda árvore, símbolo da vitória, da glória e da paz, além de conferir um sabor especial à feijoada e diversos outros pratos, ajuda a repelir insetos. Basta espalhar suas folhas pela casa.

 

ARRUDA

A arruda (Ruta graveolens) é uma erva que provoca reações extremas. Há os que amam seu cheiro, como é o meu caso e os que odeiam. Além de proteger contra o mau olhado, também funciona como repelente de insetos e ratos. Veja como cultivar no vídeo.

 

SEGREDO DO SUCESSO DO CULTIVO: AAC

Ah, é sempre bom conversar com as plantas. Além de fazer bem para nós, elas adoram AAC: atenção, amor e carinho. Você pode pedir para que a planta te ajude a repelir os insetos, deixando a sua casa ou seu jardim livre deles!

 

FAÇA SUA PARTE!

Certifique-se que não existe nenhum local com água parada, zonas sombrias e úmidas na sua casa ou jardim. Principalmente no verão, época em que os insetos se multiplicam.

O uso de telas mosquiteiras nas portas e janelas também ajuda a impedir a entrada de insetos voadores dentro de casa.

 

E ai? Você já usou alguma dessas plantas como repelente? Qual foi a sua experiência com ela? Conta para mim nos comentários abaixo do vídeo.

 

Sabia que você também pode me seguir no instagram e no facebook? Procure por nofigueiredo1 e veja fotos e vídeos que não posto aqui.

Você encontra SEMENTES DESSAS ERVAS na loja online Toca do Verde!

Kit joaNinho

Acompanhe o ciclo de vida das joaninhas e depois solte-as na natureza!

Hotel dos insetos

Hospede insetos amigos das plantas no seu jardim. Use cupom NOFIGUEIREDO para ganhar 5% de desconto.

Você encontra tudo para jardinagem na loja online Plantei.

Use o cupom VIMDANO para ganhar 5% de desconto na sua primeira compra.

Siga a Nô nas redes sociais

Horta Vertical com 7 Ervas: Olha que legal!

Horta Vertical com 7 Ervas: Olha que legal!

Olha que linda que ficou essa horta vertical com 7 ervas que montei! Super fácil de manter e sem perigo das plantas morrerem por falta de água!

HORTA VERTICAL COM 7 ERVAS

Que delícia que é cultivar ervas em casa e poder deixar os pratos mais saborosos, nutritivos e saudáveis com ervas colhidas na hora!

Se você não tem espaço no chão para cultivar as ervas, não tem problema. Você pode ter uma horta vertical e cultivar várias ervas em vasos!

Para que as ervas se desenvolvam bem, elas precisam de:

  • Espaço para crescer
  • Bastante luminosidade, no mínimo 4 horas de sol direto por dia
  • Bastante água
  • Adubo mensalmente quando estão em vaso ou a cada 2 meses se estiverem no jardim.

 

Olha só que lindos esses vasos! Estou apaixonada por eles! Eles já vem com o nome das ervas e tem um sistema de autoirrigação que torna o cultivo muito mais fácil. E para completar, você pode comprar o kit que vem com a treliça e as argolas para fixação dos vasos, que deixa qualquer parede muito mais charmosa, além de que cabe em qualquer lugar! Você encontra o kit horta vertical com os vasos, as argolas de fixação e a treliça na loja online Toca do Verde!

Horta Vertical 7 ervas

Horta Vertical 7 ervas – foto: Nô Figueiredo

 

As ervas que crescem mais, o alecrim e o manjericão, eu plantei em vasos maiores e as outras em vasos menores.

 

Essas mudas lindas e orgânicas são lá da Sabor de Fazenda e foram cultivadas com todo amor e carinho, mas agora elas já estão apertadas nesses vasinhos e precisam de mais espaço para poder crescer e se desenvolver.

 

SUBSTRATO PARA ERVAS E TEMPEROS

1 medida de terra

1 medida de húmus de minhoca

1 medida de areia para o substrato ficar bem aerado

 

COMO MONTAR OS VASOS AUTOIRRIGÁVEIS

Pegue o vaso, arrume a base transparente, que é onde fica armazenada a água, coloque o caninho que serve para colocar a água e ajeite o barbante que trará a água para as raízes.

Depois coloque uma camada de pedrisco ou argila expandida e um pouco do substrato descrito acima.

Então arrume o barbante para que ele fique parecido com os cabelos do cebolinha e centralize a muda no vaso.

Para finalizar complete com o substrato nas laterais.

Depois encha a parte transparente do vaso com água.

Pronto! Nos primeiros dias é bom regar na parte de cima do vaso até que a planta se adapte ao novo vaso. Depois é só completar sempre que a água estiver acabando no fundo transparente. Perfeito para quem esquece de regar!

 

As 7 ervas que na minha opinião não podem faltar na sua horta são: alecrim, manjericão, salsa, cebolinha, hortelã, orégano e tomilho.

 

ALECRIM

O alecrim (Rosmarinum officinalis) é uma erva aromática perene originária da Europa. Quando plantada no jardim pode atingir até 2m de altura! Como ele cresce muito, usei o vaso maior para que ele tenha bastante espaço para se desenvolver. O alecrim gosta de bastante sol e climas quentes. Solo seco, arenoso e bem drenado.

O alecrim é um ótimo tônico rejuvenescedor do cérebro! Ele melhora a concentração e a memória. Acalma a ansiedade, diminui a depressão e a exaustão. Como ele estimula o fluxo sanguíneo para a cabeça, ele também é ótimo para dor de cabeça, enxaqueca e a tensão muscular. Ele ainda é diurético e intensifica a eliminação de toxinas. É antiinflamatório, alivia a artrite e a gota.

Seu chá quente é ótimo para febre, catarro, dor de garganta, resfriados, gripes e infecções das vias respiratórias.

Com seu chá faça bochechos para aliviar aftas, estomatites e gengivites.

O alecrim também pode e deve ser usado na culinária. Por exemplo: batatas ao forno com alecrim e sal grosso ficam deliciosas e são super fáceis de fazer!

Só não tome seu chá à noite, por que ele é estimulante e você pode ter dificuldades para dormir… E quem tem pressão alta deve evitar.

Saiba mais sobre o alecrim.

 

MANJERICÃO

O manjericão (Ocimum basilicum) é originário da Índia. O manjericão pode atingir até 1m de altura, por isso vou plantá-lo num vaso grande também. Suas flores são comestíveis e ficam agrupadas em inflorescências tipo espigas. Suas sementes também são comestíveis e saborosas. Recomendam podar as espigas de flores quando elas começam a se formar, para que sua planta fique mais cheia.

O manjericão gosta de sol pleno, solo bem drenado e rico em matéria orgânica. Não gosta de clima muito frio. Nem de solo encharcado. O manjericão é uma erva que dura um tempo. Depois de um ano e meio, dois anos mais ou menos ela começa a ficar feia e morre. É normal. Esse é o ciclo de vida dela. Mas não se preocupe. É bem fácil fazer mudas. Pegue um pedaço da ponta do ramo com uns 15 a 20cm de comprimento e deixe num copo com água que logo ele solta raízes e você poderá plantá-lo.

Essa erva aromática é muito saborosa e tem a propriedade de acalmar a mente e trazer paz de espírito. Seu chá funciona como um sedativo leve, combate dores de cabeça, enxaqueca e gastrite. O manjericão também ajuda a eliminar os gases do estômago e dos intestinos. E aumenta a lactação.

Gargarejos e bochechos com o seu chá morno são ótimos para acabar com aftas.

Adoro colocar suas folhas misturadas na salada e comer uma pasta com molho de pesto é uma delícia! Tomate e queijo também combinam maravilhosamente bem com o manjericão. Azeite e vinagre temperados com manjericão são também um sucesso!

Saiba mais sobre o manjericão.

 

HORTELÃ

A hortelã (Mentha piperita) é nativa da Europa e Norte da África. É uma erva é rasteira que se espalha pelo jardim, por isso é muito bom cultivá-la em vaso.

A hortelã gosta de sol direto e solo rico em nutrientes e bem drenado. No inverno ela costuma ficar feia, seca, mas na primavera ela rebrota com força total!

A hortelã é uma erva muito refrescante! No verão é uma delícia tomar água com folhas de hortelã, e mesmo o seu chá quente tem esse efeito refrescante. Essa erva é usada como calmante, para tratar fadiga em geral, má digestão, flatulência, cólicas intestinais e hepáticas, problemas digestivos em geral, prisão de ventre, vômitos e enjoos na gestação, intoxicações, asma, bronquite, sinusite, tosse, gripe, resfriados e febres, dores de dente, nevralgia facial. É também um ótimo vermífugo pois inibe o desenvolvimento dos ovos de lombriga, por isso os árabes sempre colocam hortelã no kibe cru.

O chá gelado é ótimo para aliviar o enjoo, além de ser muito refrescante.

O chá morno pode ser usado para gargarejos e bochechos nas inflamações da boca, gengivas.

Saiba mais sobre a hortelã. 

 

ORÉGANO

Adoro também o ORÉGANO (Origanum vulgare), que é nativo da Europa. Essa planta herbácea e perene, pode atingir até 80cm de altura.

Ele gosta de clima ameno e pleno sol. Solo leve e bem drenado. Propaga-se por sementes, estaquias e divisão de touceiras

O orégano fica ótimo em pratos italianos, com molhos de tomate, queijos e pizzas.

E medicinalmente podemos usá-lo para tratar de distúrbios estomacais, como má digestão, flatulência, problemas menstruais, reumatismo e cólicas. É estimulante e levemente laxativo.

 

TOMILHO

Outra erva que eu adoro é o tomilho (Thymus vulgaris), que também é nativo da Europa. É uma planta semi arbustiva, de ciclo perene, que atinge até 50cm de altura.

Ele gosta de clima temperado e subtropical com bastante sol e não é exigente com relação ao solo. Propaga-se por sementes e estaquia dos ramos jovens.

O tomilho pode e deve ser usado na culinária. Tempera deliciosamente carnes, aves e peixes. E também pratos com tomate e queijos.

Medicinalmente ele tem efeito expectorante, combate a tosse, bronquite crônica, catarro nas vias respiratórias, infecções gerais, inflamações boca e garganta. Ajuda a eliminar gases intestinais. É cicatrizante ajudando nas picadas de insetos, feridas e queimaduras.

 

SALSA

Na horta não pode faltar a salsa, ou salsinha como a gente chama carinhosamente essa erva (Petroselinum sativum), que junto com a cebola e o alho é usada diariamente aqui em casa. Ela é nativa da Europa e Oeste da Ásia. Essa planta tem um ciclo anual. Ou seja, nasce, cresce, se desenvolve, floresce, solta muitas sementes e morre dentro de um ano. Mas como ela solta muitas sementes, sempre tem salsinha na horta. Ela atinge até 45cm de altura e gosta de clima ameno e sol pleno, solo rico em nutrientes e bem drenado. Ela só não gosta é de geadas.

A salsinha também pode ser usada medicinalmente! Seu chá é indicado para cistite, nefrite, inflamação da uretra, icterícia, menstruação difícil, cólicas, hemorragia uterina.

A salsinha tem uma companheira inseparável, que é a cebolinha. As duas foram o que chamamos de cheiro verde, o aroma mais tradicional da culinária brasileira do Sul e Sudeste. No Norte e Nordeste, o coentro é mais usado que a salsinha, mas como eu moro em São Paulo, para mim a salsinha é mais importante que o coentro e não pode faltar na minha horta!

 

CEBOLINHA

E para finalizar, vou plantar a cebolinha (Allium fistulosum), essa erva é bulbosa, perene e de pequeno porte. Provavelmente também é originária da Europa. Seus bulbos são brancos e alongados e suas folhas são verdes, compridas e cilíndricas, como tubos ocos, inflados desde a base. Após um período frio ela emite a inflorescência, com flores de coloração branca-esverdeada.

Ela gosta de solo bem drenado e não suporta o encharcamento. Necessita de sol pleno e tolera geadas pouco intensas. Pode ser cortada muitas vezes, rebrotando com facilidade e rapidez. Multiplica-se por sementes e por divisão de touceiras.

Além de ser muito utilizada como tempero. Ela também é rica em vitamina C, é um bom anti-séptico, é boa para tosse, funciona também como cardiotônica, cicatrizante, diurética, emoliente, estimulante, hipoglicemiante, laxativa. Para gripes e resfriados é ótima também por que é expectorante!

 

COMO FAZER CHÁ DE ERVAS

Para fazer chá dessas ervas, fazemos uma infusão. Fervemos a água e depois colocamos sobre algumas folhas e flores numa xícara de chá e abafando por 5 a 10 minutos para que a planta solte todo o seu poder curativo antes de tomar.

 

IMPORTANTE:

Antes de fazer uso contínuo dessas ervas, converse com o seu médico ou fitoterapeuta.

 

E ai? Você já tem uma horta na sua casa? Você usa as ervas para incrementar os seus pratos e para melhorar a sua saúde? Qual é a sua experiência com elas? Conta para mim nos comentários abaixo do vídeo.

Compre o KIT HORTA VERTICAL com os vasos autoirrigáveis, as argolas de fixação e a treliça na loja online Toca do Verde!

Kit joaNinho

Acompanhe o ciclo de vida das joaninhas e depois solte-as na natureza!

Hotel dos insetos

Hospede insetos amigos das plantas no seu jardim. Use cupom NOFIGUEIREDO para ganhar 5% de desconto.

Você encontra tudo para jardinagem na loja online Plantei.

Use o cupom VIMDANO para ganhar 5% de desconto na sua primeira compra.

Siga a Nô nas redes sociais

Cultivo de Ervas e Temperos Orgânicos – TV Aparecida

Cultivo de Ervas e Temperos Orgânicos – TV Aparecida

Veja as dicas de cultivo de ervas e temperos orgânicos nessa minha participação no programa Manhã Leve com a querida Maria Cândida na TV Aparecida:

CULTIVO DE ERVAS E TEMPEROS ORGÂNICOS

VEJA AS FOTOS DOS BASTIDORES DO PROGRAMA:

 

CULTIVO EM JARDINEIRAS

Você pode cultivar as ervas e temperos orgânicos em vasos, jardineiras ou no jardim. Se for cultivar em jardineiras, observe algumas sugestões de plantas que ficam bem juntas:

Alecrim e tomilho

Tomilho e sálvia

Orégano e tomilho

Manjerona e tomilho limão

Nirá com alecrim

 

Essas plantas devem ser sempre plantadas sozinhas e não se deve misturar tipos diferentes da mesma planta:

Hortelã

Poejo

Pimenta

 

Saiba mais sobre as ervas que mostrei na TV:

ALECRIM – Rosmarinum officinalis

ALFAZEMA OU LAVANDA – Lavandula officinalis

CAPUCHINHA – Tropaeolum majus 

HORTELÃ – Mentha piperita l

MANJERICÃO/BASIL – Ocimum basilicum l.

 

MORANGO SILVESTRE – Fragaria vesca

Planta originária da Europa e América. Planta herbácea perene, rasteira, selvagem, de altura de 5-40 cm de altura.

Modo de Cultivo: 

Luminosidade: sol pleno ou em estufas

Solo: fértil, leve, bem drenado, rico em matéria orgânica

Rega: regue regularmente irrigado regularmente

Clima: Aprecia o clima ameno, frutificando por períodos mais longos durante o outono e o inverno

Fruto: pseudofruto, o morango, apresenta um tamanho reduzido dos encontrados comercialmente

Flores: são simples, hermafroditas e geralmente brancas, mas podendo ser rosadas

Multiplica-se: por divisão dos estolões enraizados e é habitual a propagação por sementes em hortas domésticas.

Pode ser cultivado em vasos e jardineiras de parede.

Indicação: frutos muito usados na culinária

 

ORÉGANO – Origanum vulgare

Planta nativa da Europa. Planta herbácea e perene que pode atingir até 80cm de altura.

Modo de cultivo:

Clima: ameno

Luminosidade: pleno sol.

Solo: leve e bem drenado

Multiplicação: por sementes, estaquias e divisão de touceiras

Indicação: distúrbios estomacais, como má digestão, flatulência, problemas menstruais, reumatismo e cólicas.

Modo de usar: Folhas e flores secas, por infusão (chá) é tônico para aparelho digestivo, dos nervos e da circulação. É estimulante e levemente laxativo.

Culinária: Ótimo em pratos italianos, com molhos de tomate e pizzas.

 

PIMPINELA – Sanguisorba minor

Ë uma erva aromática e perene mais parecida com uma hortaliça, pois seu sabor assemelha-se com o de um pepino. Ela é originária de Portugal, onde se apresenta abundantemente.

Modo de cultivo:

Luminosidade: sol pleno a levemente sombreados

Solo: adubado, de preferência humoso

Onde cultivar: ideal é cultiva-la em canteiros, porém jardineiras e floreiras fazem bem a função.

Poda: constante, a cada 20 dias, faz com que a planta desenvolva-se melhor.

Culinária: use as folhas frescas em saladas e outros pratos frios, o cozimento tira seu sabor e encanto.

 

SALSA – Petroselinum sativum

Nativa da Europa e oeste da Ásia. Era de ciclo anual que atinge até 45cm de altura.

Modo de cultivo:

Clima: ameno e não resiste a geadas

Luminosidade: Sol pleno

Solo: rico e bem drenado

Multiplicação: por sementes

Indicação: chá como infusão para cistite, nefrite, inflamação da uretra, icterícia, menstruação difícil, cólicas, hemorragia uterina.

Gestantes e lactantes devem evitar

 

SALVIA – Salvia officinalis

Erva nativa da Europa meridional. Subarbusto perene que atinge até 70cm de altura

Modo de cultivo:

Clima: clima temperado e é sensível a ventos frios

Luminosidade: meia sombra e pleno sol

Solo: fértil, rico em matéria orgânica e bem drenado

Multiplicação: por sementes ou estaquias ramos jovens

Indicação: afecções da boca, garganta e amígdalas, mau hálito, aftas, dor de picadas de insetos, feridas, úlceras, resfriados, tosse, bronquite e contusões.

Folhas e flores, chá por infusão: desinfetante da boca, garganta e feridas, esgotamento nervoso, problemas da menopausa, depressão, vômito, diabetes, afecções do estômago.

 

TOMILHO – Thymus vulgaris

Nativo da Europa. Planta semi arbustiva, ciclo perene, que até 50cm de altura

Modo de cultivo:

Clima: temperado e subtropical

Luminosidade: sol pleno

Solo: Não é exigente com relação ao solo

Multiplicação: por sementes e estaquia dos ramos jovens

Indicação: efeito expectorante, combate a tosse, bronquite crônica, catarro nas vias respiratórias, infecções gerais, inflamações boca e garganta. Ajuda a eliminar gases intestinais. É cicatrizante ajudando nas picadas de insetos, feridas e queimaduras.

Sementes, folhas e flores, chá de infusão para reumatismo, excitante das funções circulatórias e cerebrais, antiespasmódicos, diurético, sudorífero, desinfetante e antitérmico.

 

TOMILHO LIMÃO Thymus x citriodorus

Erva originária do Mediterrâneo. Surgiu do cruzamento de duas variedades de tomilho: Thymus pulegioides Thymus vulgaris. Possui característica igual ao tomilho comum (Thymus vulgaris), porém com folhas mais escuras, menores e de aroma de limão.

Modo de cultivo: 

Clima: tropical

Luminosidade: sol pleno

Solo: pouco exigente que sobrevive praticamente em qualquer tipo de solo, sem necessitar de muitos cuidados.

Multiplicação: por sementes, divisão de touceiras ou estacas.

Indicação: Possui propriedades medicinais iguais ao do tomilho-comum, ou seja, é um bom tônico digestivo, sendo eficiente como regulador do intestino, além de ser um excelente anti-séptico do aparelho respiratório sendo usado nos tratamentos de renites, bronquites e tosses. Seu óleo essencial, o timol, é anti-séptico e fungicida.

Culinária: como condimento, sendo que seu aroma de limão realça saladas de frutas e molhos de peixes. Como seus talos são duros é aconselhável tirá-los e usar somente as folhas se a intenção for colocar direto no prato. Não fica muito saboroso quando utilizado seco.

Partes usadas: folhas, flores e sementes.

 

Você encontra essas ervas e temperos e muitas outras na Sabor de Fazenda:

http://www.sabordefazenda.com.br/

Loja: Av. Nadir Dias de Figueiredo, 395 – Vila Maria, São Paulo, SP

Tel: +55 (11) 2631-4915

Segunda: das 13h as 17h
Terça a sábado: das 8h as 17h

Instagram: @sabordefazenda

Facebook: SabordeFazendaErvaseTemperos

 

E ai? Você já cultivou ervas e temperos na sua casa? Já usou medicinalmente? Já cozinhou com elas? Qual foi sua experiência com elas? Conta para mim nos comentários aqui embaixo.

Compre VASOS AUTOIRRIGÁVEIS PARA A HORTA na Loja online Toca do Verde!

Kit joaNinho

Acompanhe o ciclo de vida das joaninhas e depois solte-as na natureza!

Hotel dos insetos

Hospede insetos amigos das plantas no seu jardim. Use cupom NOFIGUEIREDO para ganhar 5% de desconto.

Você encontra tudo para jardinagem na loja online Plantei.

Use o cupom VIMDANO para ganhar 5% de desconto na sua primeira compra.

Siga a Nô nas redes sociais