Posts Tagged "sibipiruna"

Árvores Amarelas

Árvores Amarelas

Outro dia estava conversando com a minha querida amiga Regina Nader e comentamos sobre a beleza das árvores de flor amarela floridas no verão. Ela queria saber o nome da árvore de flores amarelas que ela adorava, resolvi fazer um post com fotos para ajudá-la a identificar qual é a árvore.
Pelas ruas dos jardins e do alto de pinheiros, vemos várias tipuanas (Tipuana tipu) formando um dossel rendilhado verde e amarelo. Lindo!
Segundo Mariana Varzea, a tipuana é a árvore mais encontrada em São Paulo. Seu nome origina-se dos indígenas bolivianos e quer dizer oriundo do Vale Tipuani. É uma árvore pode atingir até 15m de altura, sendo muito utilizada em parques e na arborização de largas avenidas graças ao seu efeito ornamental quando florida e a ótima sombra que sua copa proporciona. Pode ser cultivada em todo o território brasileiro, apresenta rápido crescimento e boa tolerância a condições adversas. Já vi essa árvore ser transplantada  adulta e florescer após o transplante.

 

Tipuana tipu (Benth.) Kuntze
Tipuana tipu (Benth.) Kuntze
Tipuana tipu (Benth.) Kuntze

 

Outra amarelinha do verão é a sibipiruna (Caesalpinia peltophoroides Benth.), que costuma viver por mais de um século e está muito presente em quase todos os bairros da cidade. Ela é nativa da mata atlântica e pode atingir de 8 a 16m de altura.
Caesalpinia peltophoroides Benth.
Caesalpinia peltophoroides Benth.

 

E aí, Rê, conseguiu identificar qual é a sua preferida?

 

Referência Bibliográfica:
VARZEA, Mariana. Árvore Cidade São Paulo. Edições Uiti 2009.
LORENZI, Harri et al. Árvores exóticas no Brasil: madeireiras, ornamentais e aromáticas. Nova Odessa, SP. Instituto Plantarum, 2003.
LORENZI, Harri. Árvores Brasileiras: manual de identificação e cultivo de plantas arbóreas do Brasil. vol. 1. 4a edição. Nova odessa, SP: Instituto Plantarum, 2002.

 

Gostou do post? Do site?
Conecte-se com a natureza curtindo e compartilhando meus posts e vídeos nas redes sociais! Eu te agradeço!

 

Beijos floridos de gratidão,

Nô Figueiredo – A Menina do Dedo Verde
Conexão com a natureza.