Posts Tagged "parques de SP"

Jardim da Luz: o parque mais antigo de São Paulo

Jardim da Luz: o parque mais antigo de São Paulo

Jardim da Luz no Centro de São Paulo: o parque mais antigo da cidade inspirado nos parques franceses.

Jardim da Luz no centro de São Paulo

Parque mais antigo de São Paulo

O parque Jardim da Luz foi criado em 1798 como Horto Botânico e aberto ao público em 1825 como Jardim Público da Luz. É o mais antigo parque público do município e foi tombado pelo CONDEPHAAT em 1981.

 

Inspiração européia

A arquitetura desse parque foi claramente inspirada na arquitetura dos parques europeus. Há com lagos artificias, chafarizes, um aquário subterrâneo embaixo da estátua da Diana (que infelizmente não estava funcionando quando visitamos), uma gruta com cascata (a cascata também não estava funcionando), um mirante e um ponto de bonde. Um dos lagos, o Lago da Cruz de Malta, tem 13 espécies de peixes nativos dos Rios Tietê e Paraíba do Sul (o lago parecia estar bem sujo e mal cuidado. Não sei se tinha algum peixe vivo ali). Fiquei triste de ver como o parque estava abandonado e mal cuidado.

 

Museu a céu aberto

O parque é uma espécie de museu a céu aberto, com uma exposição permanente de esculturas de vários artistas brasileiros como Victor Brecheret, Leon Ferrari, Amílcar de Castro, José Resende, Marcelo Nietsche e muitos outros.

Escultura no Jardim da Luz

Escultura no Jardim da Luz

Escultura no Jardim da Luz

Escultura no Jardim da Luz

Escultura no Jardim da Luz

Escultura no Jardim da Luz

Oásis Verde

O parque também é um oásis de área verde bem no coração de São Paulo, e tem várias árvores centenárias, lindas!

 

Pinacoteca de São Paulo

Ao lado do parque da Luz está a A Pinacoteca de São Paulo, que é um museu de artes visuais com ênfase na produção brasileira do século XIX até a contemporaneidade. Foi fundada em 1905 pelo Governo do Estado de São Paulo é o museu de arte mais antigo da cidade.

 

A Pina

A Pina, como é carinhosamente chamada, está instalada no antigo edifício do Liceu de Artes e Ofícios, projetado no final do século XIX pelo escritório do arquiteto Ramos de Azevedo, que também projetou o Teatro Municipal. No final da década de 90, o espaço passou por uma ampla reforma com projeto do arquiteto Paulo Mendes da Rocha. Achei que a reforma da Pina ficou maravilhosa! Conseguiram integrar super bem a parte nova com a antiga e ainda trouxeram a luz natural para dentro do prédio, deixando tudo mais bonito!

 

O acervo

O acervo original da Pinacoteca foi formado com a transferência de 20 obras do Museu Paulista da Universidade de São Paulo de importantes artistas da cidade como Almeida Júnior, Pedro Alexandrino, Antônio Parreiras e Oscar Pereira da Silva. Com o passar dos anos formou um significativo acervo, com quase 10 mil obras.

Saiba mais sobre a Pina.

Estação da Luz

Do outro lado da Praça da Luz está a Estação da Luz. O projeto da estação foi elaborado na Inglaterra por Charles Driver, famoso por criar estações de trens em seu país de origem.

 

Tecnologia inglesa

A estrutura metálica da estação e os equipamentos para a iluminação da estação foram importados da Grã-Bretanha. O tijolo aparente e as estruturas metálicas da gare são os elementos construtivos predominantes. Ela foi inaugurada em 1901.

 

A ligação do interior com o litoral

Essa estação fazia a ligação das fazendas cafeeiras do interior do estado com o principal porto do país, o porto de Santos, no litoral paulista. Acho muito linda essa estação! Aliás, adoro estações de trem.

 

Jardim Público

O conjunto formado pela estação e o jardim da Luz, na época chamado de Jardim Público, logo se tornou um cartão postal da cidade e o imponente relógio da torre da estação, se destacava como ponto mais alto da região.

 

Qual é a sua opinião?

E aí? O que achou desse passeio pela Luz? Você já conhecia o parque da Luz? A Pinacoteca? A estação da Luz? O que você achou desses lugares? Conta para mim nos comentários abaixo.

 

Vamos compartilhar!

Qual parque você gosta de visitar? Faça um videozinho e me mande por email para: falecom@nofigueiredo.com.br que posto no meu canal! Vamos compartilhar os parques queridos!

 

Curta, comente e compartilhe!

Então se você gosta do meu trabalho, se você quer que eu continue fazendo os vídeos, me ajude a continuar produzindo. Curta os vídeos e escreva algum comentário.Quando mais você interagir, mais meu canal irá crescer e atingir mais pessoas! Pode ficar tranquilo (a) que eu respondo sempre. Confesso que não é no mesmo dia, nem sempre eu consigo, mas eu respondo todas as dúvidas.

ENTRE EM CONTATO COMIGO:

Sempre que você quiser entrar em contato comigo, é só escrever para: falecom@nofigueiredo.com.br e mandar fotos das plantas ou as suas dúvidas que eu respondo. Não respondo sempre de imediato, tá? Porque nem sempre eu consigo. Mas assim que eu tiver um tempinho eu sempre respondo, com certeza!

E você também pode se inscrever aqui no site e fazer parte da minha lista VIP. Veja no final do post do lado direito da tela. Toda semana você irá receber uma newsletter com as novidades e poderá responder à newsletter com as suas dúvidas e sugestões.

Siga-me no instagram. Procure por nofigueiredo1 e veja fotos e vídeos que não posto aqui! 😉

Você encontra tudo para jardinagem na loja online Toca do Verde!

Clique abaixo para visitar a loja

Você encontra tudo para jardinagem na loja online Plantei.

Use o cupom VIMDANO para ganhar 5% de desconto na sua primeira compra.

Siga a Nô nas redes sociais

Parque Alfredo Volpi: venha visitar comigo!

Parque Alfredo Volpi: venha visitar comigo!

Parque Alfredo Volpi: visite comigo esse lindo parque que tem um pedacinho da Mata Atlântica no ❤ de São Paulo!

Parque Alfredo Volpi

O Parque Alfredo Volpi

O parque Alfredo Volpi, antes chamando Parque do Morumbi, foi inaugurado em 27 de abril de 1971 e conta com uma área de 142mil m². O parque foi criado visando a preservação ambiental de uma área remanescente de mata original do Planalto Paulista (Atlântica).

 

O projeto

O projeto paisagístico foi elaborado em 1966 por Rosa Kliass com colaboração do arquiteto Carlos Welker e do botânico Helmut Shlik. O projeto aproveitou as clareiras naturais do local para implantação das áreas de recreação infantil e uma pista de cooper.

 

Maior biodiversidade da cidade

Considerado pela Prefeitura de São Paulo como o parque que tem a maior biodiversidade em zona urbana da capital, é perfeito para quem gosta de caminhar em trilhas, algumas em mata fechada, numa área remanescente de mata Atlântica.

A rica diversidade vegetal, aliada às nascentes d’água e lagos, formam um ambiente favorável ao abrigo e à vida de aves e outros animais, tornando o parque uma importante reserva ecológica encravada na área urbana da cidade.

 

Espécies animais

No parque foram identificadas 110 espécies de animais que compõem a fauna do local.

Se você tiver sorte poderá ver mamíferos, como os bicho- preguiças, sagüis com filhotes, caxinguelês e gambás e cerca de 70 aves, como papagaios, garças, o tucano-de-bico-verde, Sabiás, o “Gavião-de-cabeça-cinza”, a “Saíra-viúva”, pica-paus, 2 de martim-pescador, muitos beija-flores e até gaviões e corujas. É comum a presença de aves migratórias, como o irerê, a garça-branca e a garça-grande, e também de aves ornamentais como gansos e marrecos, todos atraídos pelos peixes (carpas e tilápias) que vivem nos lagos existentes no parque.

Trilhas

As trilhas existentes são de grau médio a difícil, pois algumas apresentam subidas e descidas acentuadas em parte do percurso, exigindo um mínimo de preparo físico.

As trilhas servem também para a observação de espécies variadas de animais e plantas. O parque conta com três lagos, em diferentes níveis, que são alimentados por uma nascente natural.

 

Fácil esquecer!

É um privilégio poder desfrutar de uma área ecológica de tamanha diversidade de fauna e flora. Aqui dentro a gente esquece que está no meio da maior cidade do Brasil!

Formiguinhas trabalhando no Parque Alfredo Volpi

Formiguinhas trabalhando no Parque Alfredo Volpi

 

Endereço do Parque Alfredo Volpi

Av. Eng. Oscar Americano, 480 – Morumbi – Subprefeitura Butantã
Área: 142.400 m²
Horário: 06h às 17h30
Telefone: (11) 3031-7052

 

Quem foi Alfredo Volpi?

Você já ouvi falar do Alfredo Volpi? Ele foi um pintor ítalo-brasileiro considerado pela crítica como um dos artistas mais importantes da segunda geração do modernismo. Uma das características mais marcantes das suas obras são as bandeirinhas e os casarios.

Alfredo Volpi

Alfredo Volpi

 

Como tudo começou

Alfredo Volpi nasceu em Lucca, na Itália, em 14 de abril de 1896. E no ano seguinte imigrou para São Paulo com seus pais. Desde pequeno gostava de misturar tintas e criar novas cores. Aos 16, ele pintou sua primeira aquarela. Aos 18 anos pintou sua primeira obra de arte, sobre a tampa de uma caixa de charutos, usando tinta a oleo.

 

Viva a luz do sol!

Ele só pintava com a luz do sol e se envolvia totalmente com a criação de sua obra, desde esticar o linho para as telas até fazer as próprias tintas.

 

Cores e geometria

Suas obras eram dominadas pelas cores e pelo estilo abstrato geométrico. Exemplo marcante disso são suas bandeirinhas multicoloridas, sua marca registrada. As formas geométricas e as trocas cromáticas começaram nos anos 1970. Volpi preparava várias pinturas parecidas, alterando cores, que os críticos de arte chamaram de combinação inventiva….

Bandeirinhas do Volpi

 

Bandeirinhas do Volpi

 

Artista simples

Ele era um artista muito simples, numa teve uma educação formal. Viveu toda sua vida no Cambuci, bairro da zona sul da cidade de São Paulo.

Alfredo Volpi morreu em 28 de maio de 1988, aos 92 anos.

 

 

Referências:

Uol Educação

GGN

 

 

Vamos compartilhar!

Qual parque você gosta de visitar? Faça um videozinho e me mande por email para: falecom@nofigueiredo.com.br que posto no meu canal! Vamos compartilhar os parques queridos!

 

Gostou do passeio?

E aí? O que achou desse passeio pelo Parque Alfredo Volpi? E as obras dele? Você já tinha visto alguma ou ouvido falar sobre ele? Você gosta de arte? Que tipo de arte você mais gosta? Conta para mim nos comentários abaixo.

 

Curta, comente e compartilhe!

Então se você gosta do meu trabalho, se você quer que eu continue fazendo os vídeos, me ajude a continuar produzindo. Curta os vídeos e escreva algum comentário. Pode ficar tranquilo que eu respondo sempre. Confesso que não é no mesmo dia, nem sempre eu consigo, mas eu respondo todas as dúvidas.

ENTRE EM CONTATO COMIGO:

Sempre que você quiser entrar em contato comigo, é só escrever para: falecom@nofigueiredo.com.br e mandar fotos das plantas ou as suas dúvidas que eu respondo. Não respondo sempre de imediato, tá? Porque nem sempre eu consigo. Mas assim que eu tiver um tempinho eu sempre respondo, com certeza!

E você também pode se inscrever aqui no site e fazer parte da minha lista VIP. Veja no final do post do lado direito da tela. Toda semana você irá receber uma newsletter com as novidades e poderá responder à newsletter com as suas dúvidas e sugestões.

Siga-me no instagram. Procure por nofigueiredo1 e veja fotos e vídeos que não posto aqui! 😉

Você encontra tudo para jardinagem na loja online Toca do Verde!

Clique abaixo para visitar a loja

Você encontra tudo para jardinagem na loja online Plantei.

Use o cupom VIMDANO para ganhar 5% de desconto na sua primeira compra.

Siga a Nô nas redes sociais

Parque Burle Marx: venha visitar comigo!

Parque Burle Marx: venha visitar comigo!

Parque Burle Marx: visite comigo esse lindo parque no coração do Morumbi na zona Sul de São Paulo.

Parque Burle Marx

Chácara Tangará

O Parque do Burle Marx foi construído no terreno da antiga propriedade rural denominada Chácara Tangará — que ocupava todo o bairro do Panamby —, e que pertencia ao empresário ítalo-brasileiro Francisco Matarazzo Pignatari, conhecido por Baby Pignatari. Na década de 1940, Baby Pignatari decidiu construir uma mansão para morar com a princesa austríaca Ira von Furstenberg, com quem iria se casar.

Parque Burle Marx

Parque Burle Marx

 

Sonho: ter a maior casa do Morumbi

Ele então contratou Oscar Niemeyer para projetar a casa e Roberto Burle Marx para projetar os jardins. A ideia de Baby era construir a maior casa de todo o Morumbi. Entretanto, o casamento com a princesa acabou antes da obra ficar pronta e apenas o jardim estava finalizado.

 

Jogada às traças

A área então acabou ficando abandonada por 40 anos, até que no final dos anos 1980, foi leiloada e vendida para uma empresa de Empreendimentos imobiliários que queria construir alí um hotel e prédios comerciais.

 

Viva os ambientalistas!

Como havia uma extensa área de Mata Atlântica preservada e vestígios do trabalho paisagístico de Roberto Burle Marx, ambientalista e apelos da população conseguiram que 29% do território da antiga Chácara Tangará fosse doado à Prefeitura para a criação do Parque Burle Marx.

 

Atividades

O parque oferece várias atividades. Aos sábados pela manhã acontece uma Feira Orgânica e lá também há uma horta comunitária e um espaço para food trucks. E gratuitamente é possível fazer aulas de golfe, tai chi chuan, yoga, dança como zumba e ritmos de salão além de crossfit e técnicas de aquarela.

 

trilhas

Há também 3 trilhas com diferentes níveis de dificuldades para caminhada e jogging, que permitem uma experiência sensorial dentro da mata, com direito a observação de uma diversidade de animais e espécies arbóreas e herbáceas.

Mapa do Parque Burle Marx

Mapa do Parque Burle Marx

 

Lago com Ilhas flutuantes

Olha que interessante essas ilhas flutuantes que ajudam a limpar o lago:

Ilhas Flutuantes

Ilhas Flutuantes

 

Ilhas Flutuantes

Ilhas Flutuantes

Jardim de Burle Marx

O jardim de Burle Marx tem aproximadamente 4 mil metros quadrados e foi reformado pelo próprio Burle Marx um pouco antes de sua morte. O Jardim é formado por um belo conjunto de palmeiras imperiais, plantadas lado a lado por toda a extensão do jardim; um gramado conhecido como Gramado Xadrez, com a utilização de duas espécies de grama a esmeralda e a Santo Agostinho Variegata,; a área do pergolado, que fica atrás do Gramado Xadrez; o espelho d’água e seu conjunto de fontes e cascatas; dois painéis de concreto esculpidos em alto relevo; e a área das árvores pau-ferro.

 

Características marcantes

As copas com formas variadas compõem planos de teto, em que se permitem graus de iluminação diversos. As copas garantem o sombreamento de algumas áreas, enquanto outras estão mais expostas à iluminação natural. Os troncos e copas são características marcantes do trabalho de Burle Marx.

 

Patrimônio histórico-cultural

Esse jardim é considerado patrimônio histórico-cultural de grande importância para a cidade de São Paulo, por ser uma obra de um dos mais renomados paisagistas brasileiros e também por ser um belo exemplo de valorização e conservação de bens culturais urbanos.

 

Endereço do Parque Burle Marx

Av. Dona Pereira de Moraes, 200- Vila Andrade – São Paulo, SP

Horário de funcionamento: aberto todos os dias das 07h às 19h, incluindo domingos e feriados

 

 

Saiba mais sobre Burle Marx.

 

 

Vamos compartilhar!

E aí? O que achou desse parque? Qual parque você gosta de visitar? Faça um videozinho e me mande por email para: falecom@nofigueiredo.com.br que posto no meu canal! Vamos compartilhar os parques queridos!

 

Curta, comente e compartilhe!

Então se você gosta do meu trabalho, se você quer que eu continue fazendo os vídeos, me ajude a continuar produzindo. Curta os vídeos e escreva algum comentário. Pode ficar tranquilo que eu respondo sempre. Confesso que não é no mesmo dia, nem sempre eu consigo, mas eu respondo todas as dúvidas.

ENTRE EM CONTATO COMIGO:

Sempre que você quiser entrar em contato comigo, é só escrever para: falecom@nofigueiredo.com.br e mandar fotos das plantas ou as suas dúvidas que eu respondo. Não respondo sempre de imediato, tá? Porque nem sempre eu consigo. Mas assim que eu tiver um tempinho eu sempre respondo, com certeza!

E você também pode se inscrever aqui no site e fazer parte da minha lista VIP. Veja no final do post do lado direito da tela. Toda semana você irá receber uma newsletter com as novidades e poderá responder à newsletter com as suas dúvidas e sugestões.

Siga-me no instagram. Procure por nofigueiredo1 e veja fotos e vídeos que não posto aqui! 😉

Você encontra tudo para jardinagem na loja online Toca do Verde!

Clique abaixo para visitar a loja

Você encontra tudo para jardinagem na loja online Plantei.

Use o cupom VIMDANO para ganhar 5% de desconto na sua primeira compra.

Siga a Nô nas redes sociais

Parque Trianon na Av. Paulista: venha passear comigo!

Parque Trianon na Av. Paulista: venha passear comigo!

Parque Trianon: Conheça agora essa jóia da Mata Atlântica escondida no coração da Avenida Paulista em São Paulo!

Parque Trianon na Av. Paulista: venha passear comigo!

Você já parou para reparar num pequeno parque que existe em frente ao Masp, no coração da Avenida Paulista?

É o Parque Tenente Siqueira Campos, popularmente conhecido como Parque Trianon!

História da Avenida Paulista

A avenida Paulista fica no topo de uma série de morros conhecidos como espigão central. À esquerda, a visão chegava até o rio Pinheiros, à direita abrangia todo o centro histórico e além até a Cantareira. No final, as colinas do Pacaembu.

 

O que sobrou da Mata Atlântica Original

Essa área era tomada por plantas e árvores. A Mata Atlântica vinha até aqui. Então em 8 de dezembro de 1891 a avenida Paulista foi inaugurada. A mata Atlântica que aqui existia foi praticamente toda derrubada para dar lugar a terrenos grandes e uniformes ladeados de magnólias e plátanos. Árvores lindas, mas que não são nativas do Brasil.

Da mata original, chamada de Caaguaçú, “mata grande” em tupi, sobrou só esse trecho que foi preservado pelo paisagista francês Paul Villon, chamado para organizar o Parque da Avenida, inaugurado em 3 de abril de 1892.

 

Belvedere Trianon

Na frente do parque, com vista para o Vale do rio Saracura, hoje avenida 9 de julho, foi criado um Belvedere pelo arquiteto Ramos de Azevedo, inaugurado em 1916.

Esse belvedere, ficava onde hoje está o MASP, era composto por terraços, salões para festas e convenções com serviços de restaurante e confeitaria:

Terraços do Belvedere Trianon. Serviços de restaurante e confeiteria estavam à disposição dos frequentadores, que podiam desfrutar de um chá da tarde e admirar a vista - Acervo/ Estadão

Terraços do Belvedere Trianon. Serviços de restaurante e confeitaria estavam à disposição dos frequentadores, que podiam desfrutar de um chá da tarde e admirar a vista – Acervo/ Estadão

Imagem do Belvedere Trianon na década de 1920 - Acervo/ Estadão

Imagem do Belvedere Trianon na década de 1920 – Acervo/ Estadão

O Belvedere Trianon pode ser visto ao alto. Abaixo ficava o terreno que mais tarde deu lugar à Avenida Nove de Julho - Acervo/ Estadão

O Belvedere Trianon pode ser visto ao alto. Abaixo ficava o terreno que mais tarde deu lugar à Avenida Nove de Julho – Acervo/ Estadão

 

O Masp

Nos anos 60, o belvedere foi substituído pelo Masp, o Museu de Arte de São Paulo, projetado pela arquiteta Lina Bo Bardi, que é um símbolo da nossa cidade e da arquitetura moderna.

Vista Masp com Parque Trianon lado direito e Av. 9 de julho lado esquerdo - Web Luxo

Vista Aérea da Avenida Paulista com o Masp no centro, o Parque Trianon do lado direito e Av. 9 de julho do lado esquerdo – Web Luxo

A Paulista foi planejada para ser a avenida mais larga e imponente da cidade.

 

O Parque Trianon

Bom, chega de história e vamos direto ao que interessa. O parque Trianon, por incrível que pareça, ainda conserva boa parte de vegetação original, divididas em duas quadras de verde e sombras: num total de mais de 48 mil m².

E claro que não é mais a luxuriante mata que um dia cobriu essa área, onde habitavam antas, onças, macacos, cervos, e majestosos jequitibás, perobas e cambucis.

 

Relação de Interdependência

Como toda floresta que se preze, aqui havia um ecossistema em equilíbrio, interdependente, onde por exemplo, o jatobá contava que a anta comesse seus frutos para quebrar no seu estômago a dormência das sementes e germinar uma nova árvore. As árvores e os animais tinham uma saudável relação de interdependência.

Agora os ventos canalizados pelos enormes arranha-céus vira e mexe acabam por derrubar as árvores mais alta e antigas. Eucaliptos australianos tiram o sol das plantas nativas, enquanto as ornamentais exóticas, o espaço. O ar fica cada vez mais seco.

 

Benefícios da Mata

Mas ainda assim, uma parte da antiga floresta resiste e aqui dentro o som do intenso trânsito da avenida é abafado pela massa verde. Há um intenso e delicioso cheiro de mato no ar. É impressionante sentir como a temperatura diminui sensivelmente aqui dentro. Aqui é um verdadeiro oásis nos dias quentes!

 

Atrações do Parque Trianon

As árvores remanescentes são identificadas pelos nomes científicos e procurando bem podemos encontrar grandes exemplares de araribá-rosa, canela-poca, cedro, jequitibá, pau-ferro, sapopemba, sapucaia e tamboril, além de abiurana, andá-açu, camboatás, guaraiúva e tapiá-guaçu e até espécies ameaçadas como a cabreúva, o chichá e o palmito-jussara. A fauna do parque atual é composta principalmente por animais como aves, borboletas e até morcegos, além de aracnídeos e pequenas rãs.

Placa de identificação de árvore no Trianon: Angico Branco

 

Esculturas

A mitologia grega aparece retratada em duas esculturas:

Escultura O Fauno de Victor Brecheret no Parque Trianon

Escultura O Fauno de Victor Brecheret no Parque Trianon

Aretusa, uma ninfa do cortejo de Ártemis e que representa a virtude, de Francisco Leopoldo Silva.

Escultura Aretusa, uma ninfa do cortejo de Ártemis e que representa a virtude, de Francisco Leopoldo Silva.

 

Trilhas, playgrounds, aparelhos de ginástica, bicas de água em pedra, ponte de madeira, e até uma ponte que liga um lado ao outro do parque, onde podemos ver a Alameda Santos por cima, que corta o parque ao meio.

Polêmica

Atualmente existe uma polêmica em torno desse parque. Muitos botânicos defendem a retirada das palmeiras australianas, as seafórtia, além de outras medidas para preservar esse legado botânico para as próximas gerações. Enquanto outras pessoas acham que não devemos mexer no parque. Eu acho que é sempre bom a gente querer preservar o verde na cidade. São Paulo precisa de mais verde para contrabalançar todo o cimento e concreto! O que você acha?

 

Você já conhecia o Trianon? Gostou de saber sua história? Acha que as áreas verdes devem ser preservadas? Melhoradas? Conta para mim nos comentários abaixo.

 

Veja outros parques e praças.

Gostou da minha blusa?

É da Loja Castilho – Rua Augusta 2490, loja 2, Jardins, São Paulo – Tel: (11) 3085-8035

http://www.lojacastilho.com.br/

Instagram: https://www.instagram.com/lojascastilho/

Facebook: https://www.facebook.com/lojascastilho/

 

Referência das imagens:

Acervo Estadão

Web Luxo

 

E aí? Gostou de passear comigo pelo Parque Trianon? Quando você estiver pela região da Paulista aproveita e vá conhecê-lo ao vivo e a cores. É ainda mais bonito do que no vídeo!

Curta, comente e compartilhe!

Então se você gosta do meu trabalho, se você quer que eu continue fazendo os vídeos, me ajude a continuar produzindo. Curta os vídeos e escreva algum comentário. Pode ficar tranquilo que eu respondo sempre. Confesso que não é no mesmo dia, nem sempre eu consigo, mas eu respondo todas as dúvidas.

ENTRE EM CONTATO COMIGO:

Sempre que você quiser entrar em contato comigo, é só escrever para: falecom@nofigueiredo.com.br e mandar fotos das plantas ou as suas dúvidas que eu respondo. Não respondo sempre de imediato, tá? Porque nem sempre eu consigo. Mas assim que eu tiver um tempinho eu sempre respondo, com certeza!

E você também pode se inscrever aqui no site e fazer parte da minha lista VIP. Veja no final do post do lado direito da tela. Toda semana você irá receber uma newsletter com as novidades e poderá responder à newsletter com as suas dúvidas e sugestões.

Siga-me no instagram e no facebook. Procure por nofigueiredo1 e veja fotos e vídeos que não posto aqui! 😉

Você encontra tudo para jardinagem na loja online Toca do Verde!

Clique abaixo para visitar a loja

Você encontra tudo para jardinagem na loja online Plantei.

Use o cupom VIMDANO para ganhar 5% de desconto na sua primeira compra.

Siga a Nô nas redes sociais

Parque Mário Covas: venha passear comigo!

Parque Mário Covas: venha passear comigo!

Conheça agora o pequeno e aconchegante Parque Mário Covas, que fica na avenida Paulista.

Parque Mário Covas: venha passear comigo!

Sabia que existe um novo parque na Avenida Paulista?

Pois é! É o Parque Mário Covas. Pequenininho e aconchegante.

Ele foi inaugurado no dia 24 de janeiro de 2010.

Parque Mário Covas

Parque Mário Covas

 

Localização

O Parque Mário Covas está localizado na esquina da Avenida Paulista com Alameda Ministro Rocha de Azevedo. E ocupa uma área de mais de 5 mil m², onde antes era o jardim da residência Vila Fortunato, de propriedade da família Thiollier.

Parque Mário Covas

Parque Mário Covas

 

 

Trepadeira Sapatinho de Judia

Lembra o post/vídeo que eu fiz sobre as tumbérgias? Existe uma outra tumbérgia que eu não citei lá, aThunbergia mysorensis, que é popularmente conhecida por sapatinho de judia.

Sua flores caem em cachos e os beija-flores adoram!

Trepadeira sapatinho de judia

Trepadeira sapatinho de judia

 

Trepadeiras com flores pendentes ficam lindas quando cultivadas em perolados altos para que a gente possa admirar os cachos por baixo!

Pergolado Parque Mário Covas

Pergolado Parque Mário Covas

 

Só acho que poderiam ter mais bancos embaixo do pergolado…

 

Oásis no Verão

Esse parque é um verdadeiro oásis no verão. Você sai daquele calor da Paulista, aquele solão e vem para cá, temperatura cai…

Mesmo com o trânsito ao redor, só de estar em contato com a natureza, você já sente a uma paz, uma calma. Muito gostoso!

 

Veja outros parques e praças.

 

Gostou da minha blusa?

É da Loja Castilho – Rua Augusta 2490, loja 2, Jardins, São Paulo – Tel: (11) 3085-8035

http://www.lojacastilho.com.br/

Instagram: https://www.instagram.com/lojascastilho/

Facebook: https://www.facebook.com/lojascastilho/

 

 

E aí? Gostou de passear comigo pelo Parque Mário Covas? Quando você estiver pela região da Paulista aproveita e vá conhecê-lo ao vivo e a cores. É ainda mais bonito do que no vídeo!

 

 

Curta, comente e compartilhe!

Então se você gosta do meu trabalho, se você quer que eu continue fazendo os vídeos, me ajude a continuar produzindo. Curta os vídeos e escreva algum comentário. Pode ficar tranquilo que eu respondo sempre. Confesso que não é no mesmo dia, nem sempre eu consigo, mas eu respondo todas as dúvidas.

 

ENTRE EM CONTATO COMIGO:

Sempre que você quiser entrar em contato comigo, é só escrever para: falecom@nofigueiredo.com.br e mandar fotos das plantas ou as suas dúvidas que eu respondo. Não respondo sempre de imediato, tá? Porque nem sempre eu consigo. Mas assim que eu tiver um tempinho eu sempre respondo, com certeza!

E você também pode se inscrever aqui no site e fazer parte da minha lista VIP. Veja no final do post do lado direito da tela. Toda semana você irá receber uma newsletter com as novidades e poderá responder à newsletter com as suas dúvidas e sugestões.

Siga-me no instagram e no facebook. Procure por nofigueiredo1 e veja fotos e vídeos que não posto aqui! 😉

Você encontra tudo para jardinagem na loja online Toca do Verde!

Clique abaixo para visitar a loja

Você encontra tudo para jardinagem na loja online Plantei.

Use o cupom VIMDANO para ganhar 5% de desconto na sua primeira compra.

Siga a Nô nas redes sociais