Posts Tagged "morango"

Morangos: Como Cultivar em Garrafa PET

Morangos: Como Cultivar em Garrafa PET

Aprenda agora como cultivar morangos ao mesmo tempo em que economiza ao reutilizar uma garrafa PET de água de 5 litros como vaso.

Como Cultivar Morangos na Garrafa PET

Dê vida nova à sua garrafa PET!

A ordem do dia é reduzir e reutilizar os recursos, então olha que legal essa ideia de reciclar uma garrafa PET de água para transformá-la em um vaso pendente para cultivar morangos!

Morangos na garrafa PET

Morangos cultivados em garrafa PET

 

 

Você vai precisar de:

1 garrafa PET de 5 litros

3 mudas de morangos (Fragaria vesca)

argila expandida ou isopor picado

O quanto for necessário de substrato, mantendo a seguinte proporção:

1 medida de terra adubada

1 medida de areia de construção

1 medida de húmus de minhoca

 

Modo de fazer:

Faça furos grandes em forma de meia lua em alturas diferentes na garrafa PET para plantar as mudas.

Misture todos os ingredientes do substrato.

Faça furos na base da garrafa PET para escoar a água da rega.

Coloque uma camada de argila expandida no fundo da garrafa. Depois acrescente um pouco de areia de construção sobre a argila e um pouco da mistura do substrato até o primeiro furo.

Coloque a muda e complete de substrato até o próximo furo. Coloque a outra muda e complete com mais substrato até o próximo furo.

Complete com substrato até quase a borda da garrafa.

Regue pela tampa e deixe o vaso num local que receba sol direto.

 

Informações sobre a planta

O morango é originário da Europa e da América. Essa espécie é o Morango silvestre (Fragaria vesca).

O morangueiro é uma planta herbácea, perene, rasteira e selvagem. Sua altura varia de 5 a 40 cm.

 

 

Pseudofruto?

O morango, na verdade não é uma fruta, é um pseudofruto, formado a partir do centro de uma flor fertilizada, que cresceu e se transformou numa massa esponjosa, que é a parte que comemos.

Moranguinho começando a ser formar no centro da flor

Moranguinho começando a ser formar no centro da flor

 

Moranguinho um pouco maior

Moranguinho um pouco maior

 

Os frutos do morango silvestre geralmente são menores do que os que encontramos para comprar nas feiras e mercados.

 

Flores

Suas flores são simples, autoférteis, e na maioria das vezes, brancas, mas podem também ser rosadas.

 

 

Dicas de Cultivo

Luminosidade

O morangueiro deve ser cultivado a pleno sol ou em estufas com bastante claridade.

 

Solo e adubação
Ele gosta de solo fértil, leve, bem drenado, rico em matéria orgânica. Adube com húmus de minhoca regularmente e não deixe faltar água, porém sem encharcar o solo.

 

Clima

Essa planta gosta de clima ameno, frutificando por períodos mais longos durante o outono e o inverno.

 

Onde cultivar

Você pode cultivar morangos em canteiros, vasos, jardineiras, de preferencia altos ou suspensos, para que a planta tenha espaço para soltar os estolões.

 

Multiplicação

Para multiplicá-la, divida os estolões enraizados ou então por sementes, que podem ser retiradas da própria fruta. Por sementes é um método que demora mais tempo, então é necessário também uma boa dose de paciência e nem sempre conseguimos que os frutos sejam iguais ao original. Quando utilizamos os estolões, garantimos que a planta seja igual à planta mãe, já que é um filhote dela.

 

Como consumir

Os morangos são consumidos puros, como frutas, sucos e até em saladas e geléias.

 

Veja aqui mais dicas de cultivo de frutíferas.

 

Difícil alguém não gostar dessa frutinha vermelhinha e azedinha! Eu adoro e você? Gosta de morango? Já cultivou essa planta? Conta para mim qual foi a sua experiência!

 

 

ENTRE EM CONTATO COMIGO:

Sempre que você quiser entrar em contato comigo, é só escrever para: falecom@nofigueiredo.com.br e mandar fotos das plantas ou as suas dúvidas que eu respondo. Não respondo sempre de imediato, tá? Porque nem sempre eu consigo. Mas assim que eu tiver um tempinho eu sempre respondo, com certeza!

E você também pode se inscrever aqui no site e fazer parte da minha lista VIP. Veja no final do post do lado direito da tela. Toda semana você irá receber uma newsletter com as novidades e poderá responder à newsletter com as suas dúvidas e sugestões.

Siga-me no instagram. Procure por nofigueiredo1 e veja fotos e vídeos que não posto aqui! 😉

Você encontra tudo para jardinagem na loja online Toca do Verde!

Kit joaNinho

Acompanhe o ciclo de vida das joaninhas e depois solte-as na natureza!

Hotel dos insetos

Hospede insetos amigos das plantas no seu jardim. Use cupom NOFIGUEIREDO para ganhar 5% de desconto.

Você encontra tudo para jardinagem na loja online Plantei.

Use o cupom VIMDANO para ganhar 5% de desconto na sua primeira compra.

Siga a Nô nas redes sociais

Cultivo de Ervas e Temperos Orgânicos – TV Aparecida

Cultivo de Ervas e Temperos Orgânicos – TV Aparecida

Veja as dicas de cultivo de ervas e temperos orgânicos nessa minha participação no programa Manhã Leve com a querida Maria Cândida na TV Aparecida:

CULTIVO DE ERVAS E TEMPEROS ORGÂNICOS

VEJA AS FOTOS DOS BASTIDORES DO PROGRAMA:

 

CULTIVO EM JARDINEIRAS

Você pode cultivar as ervas e temperos orgânicos em vasos, jardineiras ou no jardim. Se for cultivar em jardineiras, observe algumas sugestões de plantas que ficam bem juntas:

Alecrim e tomilho

Tomilho e sálvia

Orégano e tomilho

Manjerona e tomilho limão

Nirá com alecrim

 

Essas plantas devem ser sempre plantadas sozinhas e não se deve misturar tipos diferentes da mesma planta:

Hortelã

Poejo

Pimenta

 

Saiba mais sobre as ervas que mostrei na TV:

ALECRIM – Rosmarinum officinalis

ALFAZEMA OU LAVANDA – Lavandula officinalis

CAPUCHINHA – Tropaeolum majus 

HORTELÃ – Mentha piperita l

MANJERICÃO/BASIL – Ocimum basilicum l.

 

MORANGO SILVESTRE – Fragaria vesca

Planta originária da Europa e América. Planta herbácea perene, rasteira, selvagem, de altura de 5-40 cm de altura.

Modo de Cultivo: 

Luminosidade: sol pleno ou em estufas

Solo: fértil, leve, bem drenado, rico em matéria orgânica

Rega: regue regularmente irrigado regularmente

Clima: Aprecia o clima ameno, frutificando por períodos mais longos durante o outono e o inverno

Fruto: pseudofruto, o morango, apresenta um tamanho reduzido dos encontrados comercialmente

Flores: são simples, hermafroditas e geralmente brancas, mas podendo ser rosadas

Multiplica-se: por divisão dos estolões enraizados e é habitual a propagação por sementes em hortas domésticas.

Pode ser cultivado em vasos e jardineiras de parede.

Indicação: frutos muito usados na culinária

 

ORÉGANO – Origanum vulgare

Planta nativa da Europa. Planta herbácea e perene que pode atingir até 80cm de altura.

Modo de cultivo:

Clima: ameno

Luminosidade: pleno sol.

Solo: leve e bem drenado

Multiplicação: por sementes, estaquias e divisão de touceiras

Indicação: distúrbios estomacais, como má digestão, flatulência, problemas menstruais, reumatismo e cólicas.

Modo de usar: Folhas e flores secas, por infusão (chá) é tônico para aparelho digestivo, dos nervos e da circulação. É estimulante e levemente laxativo.

Culinária: Ótimo em pratos italianos, com molhos de tomate e pizzas.

 

PIMPINELA – Sanguisorba minor

Ë uma erva aromática e perene mais parecida com uma hortaliça, pois seu sabor assemelha-se com o de um pepino. Ela é originária de Portugal, onde se apresenta abundantemente.

Modo de cultivo:

Luminosidade: sol pleno a levemente sombreados

Solo: adubado, de preferência humoso

Onde cultivar: ideal é cultiva-la em canteiros, porém jardineiras e floreiras fazem bem a função.

Poda: constante, a cada 20 dias, faz com que a planta desenvolva-se melhor.

Culinária: use as folhas frescas em saladas e outros pratos frios, o cozimento tira seu sabor e encanto.

 

SALSA – Petroselinum sativum

Nativa da Europa e oeste da Ásia. Era de ciclo anual que atinge até 45cm de altura.

Modo de cultivo:

Clima: ameno e não resiste a geadas

Luminosidade: Sol pleno

Solo: rico e bem drenado

Multiplicação: por sementes

Indicação: chá como infusão para cistite, nefrite, inflamação da uretra, icterícia, menstruação difícil, cólicas, hemorragia uterina.

Gestantes e lactantes devem evitar

 

SALVIA – Salvia officinalis

Erva nativa da Europa meridional. Subarbusto perene que atinge até 70cm de altura

Modo de cultivo:

Clima: clima temperado e é sensível a ventos frios

Luminosidade: meia sombra e pleno sol

Solo: fértil, rico em matéria orgânica e bem drenado

Multiplicação: por sementes ou estaquias ramos jovens

Indicação: afecções da boca, garganta e amígdalas, mau hálito, aftas, dor de picadas de insetos, feridas, úlceras, resfriados, tosse, bronquite e contusões.

Folhas e flores, chá por infusão: desinfetante da boca, garganta e feridas, esgotamento nervoso, problemas da menopausa, depressão, vômito, diabetes, afecções do estômago.

 

TOMILHO – Thymus vulgaris

Nativo da Europa. Planta semi arbustiva, ciclo perene, que até 50cm de altura

Modo de cultivo:

Clima: temperado e subtropical

Luminosidade: sol pleno

Solo: Não é exigente com relação ao solo

Multiplicação: por sementes e estaquia dos ramos jovens

Indicação: efeito expectorante, combate a tosse, bronquite crônica, catarro nas vias respiratórias, infecções gerais, inflamações boca e garganta. Ajuda a eliminar gases intestinais. É cicatrizante ajudando nas picadas de insetos, feridas e queimaduras.

Sementes, folhas e flores, chá de infusão para reumatismo, excitante das funções circulatórias e cerebrais, antiespasmódicos, diurético, sudorífero, desinfetante e antitérmico.

 

TOMILHO LIMÃO Thymus x citriodorus

Erva originária do Mediterrâneo. Surgiu do cruzamento de duas variedades de tomilho: Thymus pulegioides Thymus vulgaris. Possui característica igual ao tomilho comum (Thymus vulgaris), porém com folhas mais escuras, menores e de aroma de limão.

Modo de cultivo: 

Clima: tropical

Luminosidade: sol pleno

Solo: pouco exigente que sobrevive praticamente em qualquer tipo de solo, sem necessitar de muitos cuidados.

Multiplicação: por sementes, divisão de touceiras ou estacas.

Indicação: Possui propriedades medicinais iguais ao do tomilho-comum, ou seja, é um bom tônico digestivo, sendo eficiente como regulador do intestino, além de ser um excelente anti-séptico do aparelho respiratório sendo usado nos tratamentos de renites, bronquites e tosses. Seu óleo essencial, o timol, é anti-séptico e fungicida.

Culinária: como condimento, sendo que seu aroma de limão realça saladas de frutas e molhos de peixes. Como seus talos são duros é aconselhável tirá-los e usar somente as folhas se a intenção for colocar direto no prato. Não fica muito saboroso quando utilizado seco.

Partes usadas: folhas, flores e sementes.

 

Você encontra essas ervas e temperos e muitas outras na Sabor de Fazenda:

http://www.sabordefazenda.com.br/

Loja: Av. Nadir Dias de Figueiredo, 395 – Vila Maria, São Paulo, SP

Tel: +55 (11) 2631-4915

Segunda: das 13h as 17h
Terça a sábado: das 8h as 17h

Instagram: @sabordefazenda

Facebook: SabordeFazendaErvaseTemperos

 

E ai? Você já cultivou ervas e temperos na sua casa? Já usou medicinalmente? Já cozinhou com elas? Qual foi sua experiência com elas? Conta para mim nos comentários aqui embaixo.

Compre VASOS AUTOIRRIGÁVEIS PARA A HORTA na Loja online Toca do Verde!

Kit joaNinho

Acompanhe o ciclo de vida das joaninhas e depois solte-as na natureza!

Hotel dos insetos

Hospede insetos amigos das plantas no seu jardim. Use cupom NOFIGUEIREDO para ganhar 5% de desconto.

Você encontra tudo para jardinagem na loja online Plantei.

Use o cupom VIMDANO para ganhar 5% de desconto na sua primeira compra.

Siga a Nô nas redes sociais