Posts Tagged "hera"

Como Cultivar Hera! Aprenda agora comigo

Como Cultivar Hera! Aprenda agora comigo

Confira agora no vídeo como cultivar hera. Essa planta é muito versátil e pode ser cultivada como trepadeira, forração ou como planta pendente. E fica super bonita em vaso, jardineira e até no jardim vertical:

COMO CULTIVAR HERA

A hera ou hera-inglesa (Hedera helix), é uma trepadeira ou planta de forração semi-lenhosa e vigorosa. É originaria da Europa, Ilhas Canárias, norte da África e Ásia.

hera inglesa (Hedera helix)

hera inglesa (Hedera helix)

Sua ramagem é densa, longa e muito decorativa. Ela também fica muito bonita em vasos e jardineiras pendentes. Ela é bem parecida com a hera da argélia (Hedera canariensis). A diferença é que a inglesa tem as folhas menores e mais recortadas e a argelina tem as folhas mais largas e menos recortadas.

hera argelina (Hedera canariensis)

hera argelina (Hedera canariensis)

Eventualmente ela floresce durante o verão, principalmente em regiões de clima temperado, mas as flores não são muito ornamentais.

É cultivada tanto a pleno sol como à meia sombra, em regiões subtropicais e temperadas, em vasos e jardineiras como planta pendente em locais abrigados ou plantadas no jardim apoiada em suportes para revestimento de muros, paredes e também como forração de taludes e canteiros. Essa planta resiste a geadas.

Eu costumo regar duas a três vezes por semana na primavera e verão, ou quando está quente e/ou seco. No outono e inverno, ou quando está frio e/ou úmido, rego uma a duas vezes por semana. Ela gosta de substrato mais úmido, mas não encharcado.

Para fazer uma muda, pegue pedaços do ramo com uns 15cm, de preferência que já tenham raízes, e plante num vaso com substrato simples em qualquer época do ano.

Kit joaNinho

Acompanhe o ciclo de vida das joaninhas e depois solte-as na natureza!

Hotel dos insetos

Hospede insetos amigos das plantas no seu jardim. Use cupom NOFIGUEIREDO para ganhar 5% de desconto.

Você encontra tudo para jardinagem na loja online Plantei.

Use o cupom VIMDANO para ganhar 5% de desconto na sua primeira compra.

Siga a Nô nas redes sociais

Como Fazer um Jardim Vertical

Como Fazer um Jardim Vertical

Navegando pelo site da loja Toca do Verde descobri 2 jardineiras suspensas super diferentes e originais! Entrei em contato com eles, falei que ia fazer um vídeo sobre elas e resolvemos fazer uma parceria. Eles me mandaram as 2 jardineiras e mais um lindo regador roxinho que eu fiquei apaixonada! No vídeo eu ensino como montar a jardineira suspensa:

 

Na loja Toca do Verde você encontra a JARDINEIRA SUSPENSA CÔNICA, a JARDINEIRA SUSPENSA TRIANGULAR e o REGADOR ROXO.

 

As plantas usadas foram:

 

HERA (Heredera helix) – A hera é originária da Europa, Ilhas Canárias, norte da África e Ásia. Ela pode ser cultivada no solo, como forração, para revestir muros e paredes e até para dar acabamento em vasos com outras plantas, formando conjunto. Ela pode ser cultivada a meia sombra e também no sol. Multiplica-se facilmente por estacas (por pedaços de ramos), em qualquer época do ano.nas folhas.

hera (Hedera helix)

SINGÔNIO (Syngonium angustatum) – O Singônio é originário da Nicarágua e sua folhagem é muito decorativa. Na fase jovem, sua folhas muitas vezes são simples e apresentam variegação branca e nervação estriada. Na fase adulta suas folhas possuem várias divisões. É cultivada em vasos com suporte, em jardins como forração e quando perto de muros ou árvores, cresce vigorosamente cobrindo-os totalmente. Sempre a meia sombra. Não tolera baixas temperaturas. Multiplica-se por estacas em qualquer época do ano.

Singônio (Singônio angustatum)

ASPARGOS PENDENTES (Asparagus densiflorus “Sprengeri”) – O aspargos pendente é originário da África do Sul e sua folhagem é muito ornamental. Suas hastes variam de 40 a 60cm de comprimento. Sua ramagem secundária é curta com folhas aparentes em forma de agulha e folhas verdadeiras em espinhos. Suas flores são brancas, produzidas quase o ano todo e resultam em frutos vermelhos, globosos e muito ornamentais. É cultivada em vasos ou jardineiras suspensas como planta pendente a meia sombra. Pode também ser plantada no jardim em conjuntos ou bordaduras com terra rica em matéria orgânica e mantida úmida. Tolera baixas temperaturas. Multiplica-se facilmente por estacas, sementes e por divisão de touceiras.

Aspargos pendentes (Asparagus densiflorus “Sprengeri”)

Gostou do post? Do site? Conecte-se com a natureza curtindo e compartilhando meus posts e vídeos nas redes sociais! Eu te agradeço!

 

Beijos floridos de gratidão,
Nô Figueiredo – A Menina do Dedo Verde
Conexão com a natureza

 

Plantas purificadoras de ar – Veja São Paulo

Plantas purificadoras de ar – Veja São Paulo

Confira as minhas dicas sobre plantas que purificam o ar no blog Morar em SP da Veja São Paulo:

Postado em 03/12/2012 por Mariana Barros 

Plantas purificadoras do ar

 

 

 

 

Além de bonito, ter planta dentro de casa pode ser útil para melhorar a qualidade do ar. A paisagista Nô Figueiredo, autora do site A MENINA DO DEDO VERDE, explica que há algumas espécies capazes de ajudar a eliminar gases presentes no ar das grandes cidades. São mais de 900 tipos, alguns deles não lá muito benéficos à saúde. “Há desde formol, que é tóxico e cancerígeno e é usado em materiais de construção, móveis e vidros, como gases como benzeno, xileno, tricloroetileno, que entram na composição de tintas e tapeçarias”, diz. Completam a lista o clorofórmio e o amoníaco, o álcool e a acetona, presentes em carpetes e cosméticos.

 

Algumas plantas, quando respiram, levam essas substâncias tóxicas para dentro delas, para posteriormente serem consumidas pelos micróbios. Segundo Nô, as espécies mais indicadas para essa faxina aérea são estas listadas abaixo, já agrupadas conforme o espaço que ocupam. Assim, há opções para quem morar em casona e em casinha. Qualquer que seja sua escolha, tenha em mente que plantas são seres vivos: precisam de luz, água e adubo. “Atenção e uma bela limpeza de vez em quando também são importantes. Use um pano úmido para limpar as folhas e ajudar a planta a se desenvolver”, aconselha a paisagista. Confira as espécies:

Pau-d’água (Fotos: Divulgação)

Chamaedorea seifrizii (chamedórea-bambu)
Dracaena marginata (dracena-de-madagascar)
Dracaena fragrans (pau-d’água)
Tamanho: essas três ficam muito bonitas em vasos grandes, indicadas para quem tem bastante espaço dentro de casa

 

 

Sansevieria trifasciata (espada-de-São-Jorge – diz a lenda que ajuda a espantar mau olhado)
Spathiphyllum wallisi (lírio-da-paz)
Tamanho: essas duas podem ser consideradas de porte médio. Não ocupam tanto espaço.

 

Chlorophytum comosum (clorofito)

Philodendron hederaceum (filodendro-pendente)
Hedera helix (hera)
Tamanho: essas três últimas são menores e cabem em qualquer cantinho….

Para ver o post no blog da Veja acesse: http://vejasp.abril.com.br/blogs/morar-em-sp/2012/12/plantas-purificadoras-do-ar/

 

Gostou do post? Do site?
Conecte-se com a natureza curtindo e compartilhando meus posts e vídeos nas redes sociais! Eu te agradeço!

Beijos floridos de gratidão,

Nô Figueiredo – A Menina do Dedo Verde
Conexão com a natureza.

Plantas Purificadoras de ar – site iG

Plantas Purificadoras de ar – site iG

Olha que legal! Saiu uma matéria com trechos de uma entrevista que dei para o iG Casa, sobre as plantas estudadas pela NASA conhecidas como purificadoras de ar ambiente:
Veja a matéria completa sobre plantas que purificam o ar:
E agora a entrevista completa:
Plantas versáteis com várias opções de uso: 
Hedera helix (hera)

A hera é uma graça de planta. Pode ser usada como trepadeira revestindo muros e paredes, fica linda como forração de canteiros ou vasos (se colocar um vaso grande com uma planta grande, que tenha um tronco só e a folhagem em cima, a hera fica linda como forração e acaba revestindo também o vaso), e também pode ser cultivada num vasinho pequeno como planta pendente, pendurada no teto ou apoiada numa prateleira alta ou então conduzida enrolada numa estaca de madeira. Pode ser cultivada tanto à pleno sol ou à meia sombra (em ambiente interno). Pode ser encontrada num tom verde escuro ou variegata, com as folhas verde e brancas. Os vasos podem ser de todas as cores e materiais. Depende da decoração da casa. Combina mais estilos de jardim mais europeu.

Chlorophytum comosum (clorofito) 

O clorofito é quase tão versátil como a hera. Só não é trepadeira. Mas fica lindo como planta pendente, num quadro verde ou num jardim vertical. Também funciona super bem como forração de um vaso com uma planta grande. E como forração de canteiro, dando cor e leveza, sempre à meia sombra.

Philodendron hederaceum (filodendro-pendente) 

O filodendro-pendente também é bastante flexível. Pode ser cultivado em vasos ou jardineiras como planta pendente ou então diretamente no solo, como forração a meia sombra.

Spathiphyllum wallisi (lírio-da-paz) 
 

O lírio-da-paz é uma planta que nunca sai de moda. Adoro sua folhagem verde escura e sua inflorescência branca! Lindas em qualquer ambiente! Se você só tiver um cantinho na sua casa e quiser ter um verdinho para alegrar o ambiente, o lírio-da-paz é ideal. Apenas uma mudinha num vasinho pequeno já muda o astral do ambiente. A cor do vaso? A que melhor combinar com a sua casa! Use a sua imaginação! Se você tiver um pouco mais de espaço, pode fazer uma bacia com lírios-da-paz. Também fica lindo. Num quadro verde ou jardim vertical, sempre à meia sombra também é sucesso garantido!

Chamaedorea seifrizii (chamedórea-bambu)
A chamedória é uma planta clássica de interior, como aquele pretinho básico que toda mulher tem no armário e que nunca sai de moda. Funciona super bem em qualquer tipo de decoração. É uma planta super fácil de cultivar e que quase nunca fica doente.

Plantas esculturais que combinam com ambientes mais modernos:

Dracaena marginata (dracena-de-madagascar)

A dracena-de-madagascar, o pau d’água e a espada-de-são-jorge entram naquela listinha das plantas da casa da vovó, mas que estão ressurgindo das cinzas com tudo. Gosto muito de utiliza-lás em vasos em interiores bem iluminados. Combinam bem com uma decoração mais moderna, minimalista, funcionando como uma escultura viva.

Dracaena deremensis (pau-d’água)
Sansevieria trifasciata (espada-de-São-Jorge)

Difíceis de cultivar em interior:

Gerbera jamesonii (gérbera)

A gérbera é mais encontrada como flor de corte. Fica linda num vaso com água. Enfeita e enche de luz e cor a sua casa. Plantada em vaso ela deve ser cultivada a pleno sol, portanto não é indicada para interior nem é muito fácil de cultivar.

Dendranthema grandiflorum (crisântemo)
Os crisâtemos são muito populares, baratos e fáceis de encontrar. Mas depois que passa a florada, é muito difícil eles voltarem a florir.

Para ver as outras entrevistas que dei: Na mídia

Referências:
http://www.sti.nasa.gov/tto/Spinoff2007/ps_3.html
http://www.scribd.com/doc/1837156/NASA-Indoor-Plants
http://revistagloborural.globo.com/GloboRural/0,6993,EEC1701154-2869,00.html

Fotos que não são de minha autoria:
filodendro-pendente (Philodendron hederaceum) – http://plantsarethestrangestpeople.blogspot.com/2009/03/sailor-philodendron-hederaceum.html
gérbera (Gerbera jamesonii) – http://www.floremvaso.com.br/gerberas.shtml
crisântemo – http://cidaflores.net/paginas/flores_plantas.html

 

Gostou do post? Do site? Conecte-se com a natureza comentando, curtindo e compartilhando meus posts e vídeos nas redes sociais! Eu te agradeço!

 

Beijos floridos de gratidão,

Nô Figueiredo – A Menina do Dedo Verde

Conexão com a natureza