Posts Tagged "flor azulzinha"

Agerato: pomponzinhos graciosos!

Agerato: pomponzinhos graciosos!

Aprenda como cultivar agerato (Ageratum houstonianum). Uma plantinha anual, aromática e super graciosa cujas flores parecem uns pomponzinhos!

Como cultivar agerato

ORIGEM E CARACTERÍSTICAS

O agerato (Ageratum houstonianum), também conhecido por celestina, é um planta herbácea, anual, delicada e originária do México, que atinge de 20 a 30cm de altura.

 

FOLHAGEM

Sua folhagem é áspera e aromática.

Agerato

Agerato

 

FLORESCIMENTO

Seu florescimento é muito vistoso. As flores são pequenas, em capítulos densos e podem ser azuis/arroxeadas como essas, rosadas ou brancas e aparecem no inverno e na primavera. É uma planta que cria nos meses de inverno e primavera.

Detalhe das flores do agerato

Detalhe das flores do agerato

 

CULTIVO

iluminação

O agerato gosta de sol pleno

Solo

Solo rico em matéria orgânica e bem drenado

Rega

Gosta de ser irrigado periodicamente.

Clima

É tolerante a baixas temperaturas de inverno, sendo indicada principalmente para o sul do Brasil.

Multiplicação

Multiplica-se principalmente por sementes, que devem ser semeadas no começo do outono para florescer no inverno e na primavera. Lembre-se que ela é uma planta anual!

No jardim

O agerato é muito usado como bordadura e formação de conjuntos no meio do gramado, onde cria um belo efeito ornamental graças ao seu colorido extraordinário e florescimento exuberante.

Em vaso

Quando compramos o agerato em vaso todo florido, podemos deixar dentro de casa para enfeitar, mas depois que as flores secarem é melhor fazer uma boa poda para retirar essas flores secas, transplantar a planta para um vaso maior, com substrato básico e deixar no sol, que é onde ela gosta de ficar.

 

AGRADEÇA

Olhe para a sua planta e agradeça por ela recolher os gases tóxicos do ambiente e te presentear com oxigênio para que você possa respirar e viver aqui na terra.

 

RESPIRE E EXPIRE

Inspire com gratidão a beleza e o oxigênio que a sua planta gentilmente te oferece e expire amor e alegria por ela existir na sua vida!

 

E você? Gostou o agerato? Já tentou cultivar essa planta? Qual foi a sua experiência com ela? Conta para mim nos comentários abaixo.

 

Sabia que você também pode me seguir no instagram e no facebook? Procure por nofigueiredo1 e veja fotos e vídeos que não posto aqui.

 

Você encontra SEMENTES DE AGERATO na loja online Toca do Verde!

Kit joaNinho

Acompanhe o ciclo de vida das joaninhas e depois solte-as na natureza!

Hotel dos insetos

Hospede insetos amigos das plantas no seu jardim. Use cupom NOFIGUEIREDO para ganhar 5% de desconto.

Você encontra tudo para jardinagem na loja online Plantei.

Use o cupom VIMDANO para ganhar 5% de desconto na sua primeira compra.

Siga a Nô nas redes sociais

Trapoeraba ou santa luzia

Trapoeraba ou santa luzia

Quem me conhece sabe que sou meio maluca, pois ando na rua olhando para cima, para ver a copa das árvores. Para baixo, para ver ver as plantas rasteiras. E para frente, para ver os arbustos e não bater a cara num poste…

Hoje eu estava andando a pé quando reparei numa florzinha azul que nascia do lado de fora do canteiro de uma calçada. Estava na cara que ninguém tinha plantado ela lá de propósito. Só pode ter sido obra dos pássaros, do vento… Não resisti e parei para fotografar. Olha que gracinha!

Commelina erecta (trapoeraba, andaca ou santa-luzia) – foto: Nô Figueiredo

Fiquei encantada com ela. Assim que cheguei no meu escritório, catei o livro do Lorenzi e comecei a procurar mais informações sobre ela. Descobri que ela se chama: Commelina erecta, também conhecida como trapoeraba, andaca ou santa-luzia.

Essa planta é nativa da América Tropical, inclusive do nosso querido Brasil. É uma planta herbácea, perene (que nunca morre), semi-ereta, com caule suculento e glabro (sem pelos). Seu enraizamento se dá pelos nós em contato com o solo. Ela pode atingir de 30 a 50cm de altura e é muito decorativa. Tanto a folhagem como seu florescimento.

Commelina erecta (trapoeraba, andaca ou santa-luzia) – foto: Nô Figueiredo

Suas flores são solitárias ou em grupos de 2 ou 3, com pétalas azuis muito lindas que se abrem pela manhã durante os meses da primavera e verão.

Indicada para formação de conjuntos e renques a pleno sol ou a meia sombra, em solo rico de matéria orgânica e bem suprido de umidade.

Apesar de sua origem tropical suporta o frio moderado dos subtrópicos.

Sua multiplicação é muito fácil e pode ser por estaca ou sementes. Só tomar cuidado pois ela pode acabar se multiplicando tanto e tomar conta do jardim!

Da próxima vez que você andar pela rua, preste atenção nas plantas que estiverem no seu caminho. Tenho certeza de que você irá ficar surpreendido com as pérolas que existem nas calçadas!

 

Referência bibliográfica:

LORENZI, Harri et SOUZA, Hermes Moreira de. Plantas ornamentais no Brasil: arbustivas, herbáceas e trepadeiras. 3ª edição. Nova Odessa, SP. Instituto Plantarum, 2001.

 

 

Gostou do post? Do site? Conecte-se com a natureza comentando, curtindo e compartilhando meus posts e vídeos nas redes sociais! Eu te agradeço!

 

Beijos floridos de gratidão,

Nô Figueiredo – A Menina do Dedo Verde

Conexão com a natureza