Outro dia estava conversando com a Cris, uma amigona querida grávida do primeiro filho, e contando para ela que a maternidade me fez aprender a delegar funções para o meu marido.

Nós mulheres sentimos quando outra mulher precisa de ajuda e normalmente nos prontificamos a ajudar, sem que ela precise pedir. É assim que funciona entre nós. Sabemos quando a outra precisa de ajuda, sentimos e nos prontificamos a ajudar. Mas os homens não possuem esse 6º sentido. Eles não percebem quando estamos precisando de ajuda.

Imagine que vocês estão saindo de casa com o bebê, em cima da hora, para um almoço na casa da sogra, quando o bebê faz um “cocozão” que suja toda a roupinha dele e a sua. O que você faz? Espera que seu marido pegue o bebê e o leve para trocar a fralda e a roupa enquanto você troca de roupa, certo? Qualquer pessoa perceberia que você precisa de ajuda! Mas o seu marido fica com cara de tonto olhando e não fala nem faz nada. Você então entra correndo em casa, troca o bebê, muda de roupa e fica louca de raiva do seu marido. Joga na cara dele que ele é um inútil, que não ajuda em nada, etc… E ele fica sem entender nada… Homens são diferentes. Eles não percebem que precisamos de ajuda! É necessário pedir (educadamente, por favor!) o que você precisa que ele faça.

“Amor, por favor, será que você poderia dar mamadeira pro bebê enquanto tomo banho???”

“Por favor, será que você poderia trocar o bebê enquanto arrumo a sacola dele?”

“Será que você poderia, por favor, …”

Só que não basta pedir. Tem que delegar e confiar. Não adianta nada delegar e ficar em cima dele falando faça assim ou assado. Ele ficará tremendamente irritado com isso. E cada vez menos disposto a ajudar numa outra oportunidade.

Deixe ele se virar e fazer do jeito dele. Sim, deixe-o fazer do jeito dele! Fique tranquila que ele não irá machucar o bebê. Afinal, ele é o pai do bebê!

Quanto mais você deixar ele se virar, mais confiante ele ficará e mais fácil será para ele (e para você) te ajudar numa próxima vez. E quando vocês tiverem outro filho, a ajuda dele será ainda mais necessária e preciosa!

Delegue e confie. Não será feito exatamente da maneira como você faria, mas será feito da melhor maneira que ele pode. E você ainda dará oportunidade para que os laços de amor e carinho entre seu marido e filho fiquem ainda mais estreitos!

Todo mundo sai ganhando! Você, por que consegue ajuda, seu marido, por que aprende a fazer coisas novas e fica mais próximo do bebê e o bebê ganha uma mãe mais tranquila e um pai mais presente! Tudo de bom!

Gostou do post? Do site?
Conecte-se com a natureza curtindo e compartilhando meus posts e vídeos nas redes sociais! Eu te agradeço!

Beijos floridos de gratidão,

Nô Figueiredo – A Menina do Dedo Verde
Conexão com a natureza.