Quem nunca se apaixonou por essas simpáticas plantinhas?

Desde pequena sou apaixonada por elas. Acho que foi uma das primeiras plantas que eu cultivei… Adoro suas cores lindas!

A violeta ou Saintpaulia ionantha como é conhecida pelos botânicos é uma planta herbácea e perene (que não morre), acaule (que não tem caule), originária da África tropical. Ela atinge de 15 a 20cm de altura.

Seu florescimento é contínuo durante o ano todo. Ela é cultivada em vasos ou jardineiras em locais com luz indireta ou difusa, mas NUNCA no sol. Ela adora substrato com bastante húmus, boa drenagem e mas detesta excesso de umidade. Como é uma planta tropical, também não gosta de baixas temperaturas, nem de geada.

DICAS:

  • Gostam de claridade, mas não sol direto. Em casa uso o peitoril da janela do banheiro como estufa. Deixo as minhas violetinhas lá, tomando o vapor dos banhos e quando elas florescem, levo-as para enfeitar a sala.
  • Florescem o ano todo, lembre-se de colocar adubo 3 a 4 vezes por ano para ela ficar forte, bem nutrida para produzir lindas floradas.
  • Se quiser novas mudas, coloque uma folhinha na terra, que ela logo enraizará e formará uma nova mudinha. Ou então, espere que sua violeta produzirá novos brotos, daí é só transplantá-los para outro vaso e esperar!
  • Elas não gostam de água em sua folhas, por isso, quando for regar, coloque a água no prato, espere uns 15 minutos e depois descarte a água que  sobrou.

ADUBAÇÃO PARA PLANTAS QUE FLORESCEM E FRUTIFICAM*

3 colheres de sopa rasa de farinha de osso
1 colher de sopa rasa de torta de mamona ou algodão
8 colheres de sopa rasas de humus de minhoca
Misture tudo e guarde num pote grande.
Coloque uma colher de café no substrato do seu vasinho de violeta e em seguida regue para o adubo penetrar e começar a fazer efeito.

 

Veja como fazer no VÍDEO

* Receita da Prof. Creunícia Pereira Marques no curso do Manequinho Lopes

 

O QUE FAZER QUANDO:

  • Suas folhas e flores estão com manchas de apodrecimento: provavelmente na hora da rega a água deve ter respingado nas folhas e flores. Também pode ser por excesso de umidade. Ao regar, coloque a água no pratinho ou apenas no substrato. Regue com menos frequência até que a planta se recupere.
  • As folhas estão enroladas ou ressecadas: sinal de falta de umidade. Aumente a frequência da rega e melhore a umidade do ar.
  • A planta cresce bem mas produz pouca ou nenhuma flor: está faltando comida para a sua planta. Hora de adubar…
  • As folhas estão pálidas: pode ser excesso de luz direta ou falta de nutrientes. Remova o vaso para um local mais sombreado e adube.
  • Grande quantidade de folhas, mas folhas muito pequenas: sinal de que o vaso já está pequeno demais para a sua planta. Hora de providenciar o transplante para um vaso maior, mais largo do que fundo. Prepare um substrato com 2 partes de composto orgânico, 1 parte de terra e 1 de areia grossa de construção. Tome cuidado com as raízes ao retirar a planta do vaso antigo.

 

Veja mais dicas de CULTIVO DE VIOLETAS

 

Referências bibliográfica:

LORENZI, Harri. Plantas ornamentais no Brasil: arbustivas, herbáceas e trepadeiras. 3a edição. Nova Odessa, SP: Instituto Plantarum, 2001.
Minhas plantas: jardinagem prática, combate às pragas, idéias e decoração, plantas medicinais. São Paulo, SP: Editora Abril, 1980.

 

Lindas, coloridas e baratas. Até em supermercado estão à venda. Tá esperando o quê para cultivá-las?

Gostou do post? Do site? Conecte-se com a natureza comentando, curtindo e compartilhando meus posts e vídeos nas redes sociais! Eu te agradeço!

 

Beijos floridos de gratidão,

Nô Figueiredo – A Menina do Dedo Verde

Conexão com a natureza