As rosas são as plantas mais antigas cultivadas pelo homem. Em 3.000 a.C. elas já enfeitavam e encantavam nos jardins do imperador da China.

As rosas adoram locais bem arejados e ensolarados, com incidência de luz solar de 6 a 7 horas diárias. Só não gostam de muito vento.

 

Preferem um solo mais argiloso, com boa drenagem e rico em húmus. O pH ideal de cultivo varia de 6,5 a 7 (neutro).

 

 

MEDINDO O pH

 

medidor de pH – escala alcalina e ácida

 

Você deve estar pensando… e como é que eu faço para medir o pH do meu jardim? Fácil!
Primeiro você compra um medidor de pH na QUALIFERTIL (eles entregam no Brasil inteiro), que é super fácil de usar. De um lado da caixinha, tem a escala dos ácidos e do outro dos alcalinos.

COMO MEDIR O PH DO SEU JARDIM

Numa bacia coloque 1 medida de solo do jardim e 2 medidas de água destilada ou purificada (à venda em farmácias) e mexa bem.

 

Pegue um filtro de papel, daqueles de coar café, e coe uma medida da mistura numa bacia separada. Daí você utiliza esse líquido que foi coado para medir o pH. Você mergulha a fitinha no líquido coado e espera um minutinho e compara na escala:

 

 
 fitinha de medir pH antes de ser mergulhada no líquido coado

Fita mostrando pH 4 = solo ácido

 


COMO CORRIGIR O pH DO SOLO

Se o solo estiver muito ácido (como da foto acima), coloque calcário dolomítico, para neutralizar o pH.

QUANTO USAR DE CALCÁRIO?

150g de calcário para cada m2 eleva 1 ponto no pH. No caso acima seria necessário 450g de calcário para deixar o solo neutro.

 

Normalmente o solo brasileiro é mais ácido, é muito difícil um solo ser muito alcalino. Se for alcalino, adicione 150g de sulfato de ferro por m2 para diminuir 1 ponto de pH.

 

fitinha medindo pH 7 = neutro

 

COMO PLANTAR UMA MUDA DE ROSA

 

Pronto, agora você já tem o solo ideal para o plantio das suas roseiras! Agora cave um berço de uns 50cm profundidade por uns 30cm de diâmetro e coloque no fundo esterco de galinha e farinha de osso, um pouco de terra e finalmente a sua muda de roseira.

E depois vai acrescentando terra até fechar o buraco. Então você vai delicadamente segurar na base da roseira e dar uma puxadinha para cima, bem de leve, para que o colo da planta não fique enterrado na terra. E daí rega bem.

 

COMO REGAR ROSEIRA

Logo depois do plantio até a primeira floração, regue moderadamente todos os dias. Depois regue 1x por semana no inverno (ou quando estiver frio, já que o tempo tem estado tão louco, que tem feito frio até em dezembro…) e no verão (ou quando estiver quente e não estiver chovendo) regue 2x por semana. A terra entre uma rega e outra deve permanecer ligeiramente seca. Mas não seca demais.

 

ENXERTIA DE ROSA

A maioria das roseiras hoje em dia é criada a partir de enxertia, que é uma técnica que se utiliza uma matriz (cavalo) para ser a base e onde é inserida a planta principal:

rosa enxertada

 

COMO PODAR ROSEIRA

 

Não tenha pena da sua roseira. Em julho faça uma poda anual para fortalecer a sua roseira. Corte as hastes deixando 4 a 5 gemas (as folhas) em cada uma, deixando uns 20 a 30cm de haste do solo. Não se preocupe, é através das gemas que a sua roseira irá brotar novamente e te presentear com lindas flores!

Se a sua roseira for trepadeira, como essa da foto ao lado, pode no máximo 1/3 da rama. Se o galho mede 3m, corte 1m. E então conduza a haste no formato que desejar. Formações em arco favorecem o aumento de brotos e intensificam a floração.


PODA DE LIMPEZA

Durante o ano todo você deverá fazer podas de limpeza, cortando as flores murchas e as folhas secas, sempre que for necessário.

Olha só que lindo vaso de rosas. Essas chegam a 30/40cm de altura e formam um arranjo bem compacto de efeito muito bonito. Quando for fazer a poda anual delas, deixe-as com 10 a 20cm de altura.

 

ADUBAÇÃO DE ROSAS

A adubação é importantíssima para manter as suas rosas sadias e fortes e evitam que sejam atacadas de pragas e doenças. E quanto mais orgânica for a adubação, mais a mãe terra agradece. Use e abuse de húmus de minhoca, farinha de osso e torta de algodão. Eu não gosto de usar a torta de mamona por que tenho uma cadela em casa que cheira tudo o que vê pela frente e a de mamona é tóxicas para cães.

Veja mais sobre ROSAS

 

Consultorias técnicas:
Gabriel Marques da Chácara 3 Paineiras
Ademar e Ricardo Bahia da Qualifertil

 

Referências:
RAUSCH, Andrea. Rosas de A a Z. Variedades, origem, utilização, cuidados. Tradução de Setúbal, Mónica Terlim. Lisboa 2006.
Gostou do post? Do site?
Conecte-se com a natureza curtindo e compartilhando meus posts e vídeos nas redes sociais! Eu te agradeço!Beijos floridos de gratidão,Nô Figueiredo – A Menina do Dedo Verde
Conexão com a natureza.

Banner Plantei