Primavera: conheça e aprenda a cultivar essa planta que nos presenteia com uma florada super colorida, vibrante e exuberante!

Primavera: conheça e aprenda a cultivar

A primavera, também é conhecida por buganvília, três-marias, ceboleiro, santa-rita, espinho-de-santa-rita, pataquinha, riso-de-prado e sempre-lustrosa.

Primavera florida: um espetáculo da natureza!

Primavera florida: um espetáculo da natureza!

 

Origem

Sabia que a primavera é nativa do Brasil e dos trópicos? Pois é, seu nome científico, Bougainvillea spectabilis, foi dado em 1771 quando ela foi classificada e nomeada em homenagem o comandante francês Louis Antoine de Bougainville, pelo botânico Philibert Commerson, que viajava com o comandante e que foi o responsável pela introdução dela na Europa. Eles estavam viajando pelo Taiti e ficaram deslumbrados com a beleza e exuberância das flores que enfeitavam as casas locais.

 

Características

A primavera é um arbusto lenhoso, espinhento e escandente. Escandente é um termo botânico que se refere à maneira como algumas plantas (geralmente epífitas) crescem emitindo novos brotos para o alto, de modo a subir pelas árvores em direção à luz.

 

Flores

As flores da primavera são pequeninas, brancas ou amarelas e são insignificantes. O que chama mesmo atenção nessa planta são as brácteas, as folhas modificadas, que as recobrem e que exibem os mais diversos e espetaculares coloridos: branco, amarelo, laranja, tijolo, rosa, lilás, vermelho, roxo… e podem simples ou dobradas e são formadas no outono e na primavera.

Flores da primavera

Flores da primavera

 

Detalhe da flor branca da primavera

Detalhe da flor branca da primavera

 

Flores dobradas de primavera

Flores dobradas de primavera

 

Esta espécie foi intensamente melhorada para fins ornamentais e hoje em dia é bem diferente da espécie original.

 

Como cultivar

Ela deve ser cultivada a pleno sol, como trepadeira, para revestir portais, caramanchões e cercas ou formando grandes touceiras em amplos espaços.

Touceiras de primavera floridas no Parque Villa-Lobos em São Paulo

Touceiras de primavera floridas no Parque Villa-Lobos em São Paulo

 

É uma planta que fica pesada com o tempo, então faça uma estrutura reforçada para sustentá-la.

Pode ser cultivada em vasos. O ideal é que o vaso seja alto. Veja mais sobre como escolher o melhor vasos.

Não é muito exigente com relação ao solo, não gosta de muita umidade. Não tolera geadas fortes.

 

Adubação

Para que ela dure mais tempo e te presenteie com muitas flores, faça fertilizações leves semanais para estimular o crescimento e a floração. Eu gosto de colocar húmus de minhoca e 1 x por mês a adubação para estimular a floração que ensinei nesse post.

 

Multiplicação

Multiplica-se por sementes, estacas e alporquia.

 

Podas

As podas devem ser apenas ocasionais para limitar seu crescimento e não prejudicar o florescimento.

Atenção: Cuidado com os espinhos dos ramos na hora da poda!

 

Sou apaixonada por essa planta! Sua floração é tão linda e exuberante que é de tirar o fôlego de quem para para admirá-la!

 

E aí? Você conhecia a primavera? Já cultivou essa planta? Conta para mim nos comentários abaixo.

 

ENTRE EM CONTATO COMIGO:

Sempre que você quiser entrar em contato comigo, é só escrever para: [email protected] e mandar fotos das plantas ou as suas dúvidas que eu respondo. Não respondo sempre de imediato, tá? Porque nem sempre eu consigo. Mas assim que eu tiver um tempinho eu sempre respondo, com certeza!

E você também pode se inscrever aqui no site e fazer parte da minha lista VIP. Veja no final do post do lado direito da tela. Toda semana você irá receber uma newsletter com as novidades e poderá responder à newsletter com as suas dúvidas e sugestões.

Siga-me no instagram. Procure por nofigueiredo1 e veja fotos e vídeos que não posto aqui! 😉

Você encontra tudo para jardinagem na loja online Toca do Verde!

Clique abaixo para visitar a loja

Beijos floridos com amor, carinho e gratidão da Nô Figueiredo

Guirlanda de flores com "NÔ" escrito no centro