Aposto que quando você era criança se imaginou dando a volta ao mundo num balão, inspirado pelas aventuras Júlio Verne…

Pensando nisso, decidi que esse seria um presente especial para meu marido pelos nosso 15 anos de casamento!

Acordamos às 4h40 da manhã de sábado e às 5h00 estávamos entrando na Rodovia Castello Branco com destino a Boituva, a 116km da capital. Chegamos às 6h30 com o dia amanhecendo no aeroporto do Centro Nacional de Paraquedismo…

Os balões estavam sendo inflados…

Até que ficavam cheios de ar e começavam a subir…


Então fomos convidados a subir a bordo!

O comandante soltou uma labareda para esquentar o ar do balão

e lentamente ele começou a subir… Não senti medo algum…

Foi tão suave que quase não deu para perceber que estávamos subindo…

A cidade foi ficando pequena lá embaixo. Engraçado é que era possível escutar o latido dos cães, os sapos na beira do rio…

Lá em cima a sensação era de que o tempo passava mais devagar…

Parecia que estávamos num outro tempo, numa outra dimensão. É tudo era tão calmo…

Até que o vento foi acabando e chegou a hora de pousar. Novamente, foi super suave. Pousamos num pasto…

A equipe de terra, que estava o tempo sendo informada pelo comandante da nossa posição no ar,

chegou logo em seguida com um espumante e taças de champanhe para brindarmos o passeio:

Entramos numa van e fomos levados de volta ao aeroporto para um delicioso café da manhã. O passeio durou aproximadamente 1 hora.

Eram quase 11h da manhã quando chegamos de volta a São Paulo!

Foi uma comemoração memorável! Recomendo!

Para ver mais fotos do passeio acesse o álbum no facebook

Para ver o vídeo do passeio acesse: Passeio de balão no vimeo

Fizemos o passeio com a equipe de balonismo Aventurar. Se quiser mais informações e saber preços acesse: http://www.balonista.com/

P.S.: É caro, mas não tanto como eu imaginava e eles ainda facilitam muito o pagamento!

Gostou do post? Do site? Conecte-se com a natureza comentando, curtindo e compartilhando meus posts e vídeos nas redes sociais! Eu te agradeço!

 

Beijos floridos de gratidão,

Nô Figueiredo – A Menina do Dedo Verde

Conexão com a natureza