Nada é melhor do que um belo feriadão para tirar a barriga da miséria e mergulhar na natureza! Adoro! Esse carnaval resolvemos deixar de lado a fantasia da escola de samba e colocar a fantasia de trilha: botinha de caminhada, calça de tactel que seca rápido, camiseta com fator de proteção solar, chapéu e óculos escuros. Ah, e o item mais importante: um bikini por baixo de tudo isso para poder aproveitar as cachoeiras!

Nô Figueiredo chapada de alegria na frente da Cachoeira dos Couros na Chapada dos Veadeiros, GO

Na 6af logo depois do almoço pegamos um voo para Brasília com mais 2 casais amigos com filhos na idade dos nossos. Lá nos esperava um van para nos levar até a cidade de Alto Paraíso de Goiás, onde fica a Chapada dos Veadeiros. Ficamos hospedados numa pousada BBB: boa, bonita e barata chamada Casa Rosa. Gostei muito das camas. Colchões firmes e altos. Super confortáveis. Dormimos os 4 no mesmo quarto. Meu marido e eu numa cama king, e mais 2 camas de solteiro para meus filhos. No final do quarto tinha uma pia no meio, aberta para o quarto e de cada lado uma porta. Uma tinha o vaso sanitário e a outra o chuveiro. Achei super prático. Na entrada do chalé tinha uma varandinha com rede, muito útil para secar a roupa…

Bom, vamos ao que interessa: A Chapada. Fiquei encantada com a vegetação do cerrado. Que plantas lindas! São totalmente diferentes das que temos aqui em SP:

Flor nativa do Cerrado da Chapada dos Veadeiros, GO – foto: Nô Figueiredo – A Menina do Dedo Verde

Flor nativa do Cerrado da Chapada dos Veadeiros, GO – foto: Nô Figueiredo – A Menina do Dedo Verde

Olha só os líquens, parecem pingos de tinta fluorescente! Os guias falaram que a Nasa esteve por lá estudando esses líquens e que eles disseram que são dessa cor por que o ar lá é puríssimo!

Líquen amarelo fluorescente na Chapada dos Veadeiros, GO – foto: Nô Figueiredo – A Menina do Dedo Verde

Líquen amarelo e laranja fluorescente na Chapada dos Veadeiros, GO – foto: Nô Figueiredo – A Menina do Dedo Verde

Lá nascem muitos rios. E tem montes de cachoeiras. Uma mais linda que a outra!

Cachoeira das Siriemas no Parque Nacional da Chapada dos Veadeiros, GO – foto: Nô Figueiredo – A Menina do Dedo Verde

Vale da Lua – Chapada dos Veadeiros, GO – foto: Nô Figueiredo – A Menina do Dedo Verde

Cada uma com um tipo de rocha. A água pode se esbaldar e criar mil formas diferentes!

Cachoeira das Siriemas no Parque Nacional da Chapada dos Veadeiros, GO – foto: Nô Figueiredo – A Menina do Dedo Verde

Cachoeira Almécegas I na Fazenda São Bento, GO – foto: Nô Figueiredo – A Menina do Dedo Verde

Sente o clima das cachoeiras, peguei uns vídeozinhos que o Fábio Mazza, nosso amigo companheiro de viagem, fez e fiz uma montagem…

 

Que vontade de voltar para lá e tomar mais um banho gostoso de cachoeira como esse…

Nô Figueiredo nas Cachoeira dos Couros na Chapada dos Veadeiros, GO – Brasil – foto: Fábio Mazza

 

Eu adoro o mar, mas acho banho de cachoeira uma das melhores coisas do mundo! Sinto que energia e a força da água limpam até a alma! Bom demais!

Se quiser ver mais fotos da viagem, acesse o álbum da Chapada dos Veadeiros no facebook.

 

Dicas da viagem:

Onde ficamos: POUSADA CASA ROSA 

Nossos guias foram a Rosa Almeida e o Zé Pereira da ALTERNATIVAS ECOTURISMO 

O que visitamos:

 DIA  01/03 – CATARATAS DO RIO DOS COUROS

–          Após o café da manhã, saimos com direção a serra de São Vicente. Traslado de 53km,  onde estão localizadas as Cataratas dos Couros. Este é um trecho do Riodos Couros em área particular – uma dos mais impressionantes complexos, com várias cachoeiras, quedas, corredeiras e maravilhosos poços para natação. Essa formidável sucessão de quedas com nomes tais como “Muralha, Franja, Bujão e Parafuso”. Cerca de 2km de caminhada, margeando o Rio dos Couros. Grau de dificuldade: médio.   Paradas para banho e lanche de trilha nas cachoeiras, incluído.

Obs: Amei esse passeio! Vale a pena! 

 

 DIA 02/03 – VALE DA LUA 

–          Após o café da manhã, deslocamento de 35km até o Pé da Serra do Segredo, onde está localizado o Vale da Lua. O atrativo mais visitado da Chapada. O Rio São Miguel percorre um trecho de cerca de 1 km entre rochas esculpidas pelas águas durante milhares de anos, formando piscinas, e inúmeras duchas, pausa para banho refrescante em suas águas cristalinas.  Caminhada de 1,2km ida e volta. Grau de dificuldade: leve.

–        Parque Nacional da Chapada dos Veadeiros – Cachoeira das Siriemas

Obs: O Vale da Lua é lindo, vale muito a visita. A cachoeira das Siriemas também adorei!

 

3° DIA 02/03 – ALMÉCEGAS / CACHOEIRA SÃO BENTO

–          Após o café da manhã, deslocamento de 15km até a Fazenda São Bento, onde fizemos um rapel e depois visitamos as Cachoeiras: Almécegas I, Almécegas II. Duas quedas exuberantes, uma delas de grande porte e beleza, estas dão origem a piscinas excelentes para banho e descanso. Caminhada de 3km – ida e volta. Grau de dificuldade: médio leve. Lanche incluso.

–          No período da tarde, ali próximo, no Portal da Chapada, visitaremos a Cachoeira de São Bento. Um dos pontos mais visitados da Chapada.  Possui um ótimo poço para mergulho e natação, onde se costuma promover campeonatos nacionais de Pólo Aquático em águas correntes, 3,2km de trilha, sendo 2,4km de trilha de madeira suspensa o que é um atrativo a mais. Grau de dificuldade – Levíssimo 

Obs: O rapel foi legal. As crianças gostaram muito. Eu achei que poderia ser mais alto, pois fiquei parada no meio e tiveram que ir me buscar…

Adorei a Cachoeira Almécegas I! Linda demais e a piscina natural que se forma antes da queda é divina!

4° DIA 04/03 –LOQUINHAS / POÇO ENCANTADO

–          Após o café da manhã, deslocamento de 4km até as Cachoeiras das Loquinhas, Um santuário Ecológico, formado por um complexo de beleza única caracterizados por suas águas de tom verde esmeralda em suas sete piscinas e sete pequenas cachoeiras. A trilha suspensa de 1500m, toda em madeira, preservando a mata de galeria e ladeando o Córrego Passatempo, garante fácil visitação. Total de caminhada de 3km ida e volta. Grau de dificuldade: leve.

–          No período da tarde, deslocamento de 55km até a cachoeira do Poço Encantado que possui um poço que forma uma prainha com areia e tudo na sua borda. Bom para banho. Trilha de 1km – ida e volta. Grau de dificuldade: levíssimo (15 minutos de caminhada em média). Lanche incluso. –

Obs: Adorei a Cachoeira do Poço do Sol nas Loquinhas!

Não gostei muito do Poço Encantado, acho que por que estava muito cheio e chovendo…

 

Descobri que por baixo de toda a Chapada tem montes de cristais. A energia lá é incrível! Quero agora explorar o lado esotérico da Chapada. Quem quer ir comigo?

 

Gostou do post? Do site? Conecte-se com a natureza comentando, curtindo e compartilhando meus posts e vídeos nas redes sociais! Eu te agradeço!

 

Beijos floridos de gratidão,

Nô Figueiredo – A Menina do Dedo Verde

Conexão com a natureza